UM LUGAR AO SOL

Campanha nacional "garante" sol para os turistas

Idealizada pela ABIH e CVC, "Garantia-Sol" vai permitir que turista ganhe nova viagem à capital cearense, caso enfrente chuva durante dois dias

RODRIGO CARVALHO, EM 1/1/2016
Projeto é uma reedição do Seguro Sol, lançado em 2009 pelo Governo do Ceará

Mirando movimentar o turismo em Fortaleza e promovê-la como a “Cidade do Sol”, o trade turístico se articula para lançar nacionalmente, até o final de agosto, a campanha “Garantia Sol”.

O projeto - uma reedição do “Seguro Sol”, lançado no Ceará em 2009 - vai compensar turistas com uma nova viagem à capital cearense, caso enfrentem dois dias de chuva, seguidos ou não, no período de 11 h às 16 horas.

2 anos É o tempo máximo que o turista terá para retornar a Fortaleza

O seguro, porém, só valerá para pacotes de sete ou oito dias comprados pela agência de viagens CVC, no segundo semestre do ano até 20 de dezembro. Este prazo, conforme o presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Ceará (ABIH-CE), Eliseu Barros, deve se estender para 31 de janeiro de 2018. O viajante terá 24 meses para retornar a Fortaleza, pagando apenas a taxa de embarque. A passagens serão custeadas pela CVC e estarão aptos para receber os turistas hotéis filiados à ABIH.

De acordo com a assessoria da CVC, ainda não é possível divulgar detalhes da campanha, visto que os “últimos ajustes” ainda serão definidos nas “próximas semanas”.

Embora idealizado pela iniciativa privada, por meio da ABIH e da CVC, o projeto vai contar com o apoio da Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria Municipal de Turismo (Setfor), e do Governo do Ceará. Juntos, Governo e Município vão bancar a mídia veiculada em todo o País. O montante, bem como os tipos de mídia a serem utilizados, ainda não foram determinados. “A CVC vai vir a Fortaleza na próxima semana e a gente vai se reunir pra fechar detalhes”, adianta Erick Vasconcelos, secretário executivo da Setfor.

Marketing

Embora considere cedo estimar quanto o projeto vai gerar de incremento para a hotelaria e turismo como um todo, em Fortaleza, Eliseu aposta no projeto como uma “grande jogada de marketing”, capaz de impulsionar o turismo local. “Nos noticiários, generalizam que no Nordeste está chovendo, mas no Ceará não está”. Além do tempo bom, a garantia de poder voltar, diz, faz com que Fortaleza ganhe diferencial competitivo, diante dos demais destinos turísticos nacionais.

“Em 2009, o Seguro Sol alavancou o turismo local. E temos certeza que agora vamos colher frutos dessa grande mídia”, calcula Erick.

Para o diretor-executivo da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes do Ceará (Abrasel-CE), a iniciativa vai gerar um “marketing positivo” para Fortaleza e para toda a cadeia produtiva do setor local. “É uma garantia fantástica para o turista, caso haja mau tempo, e pra área de bares e restaurantes porque vai trazer mais gente pra cá. A gastronomia está intimamente ligada ao turismo”.

Atual prefeito de Aracati, Bismarck Maia (PTB) se diz “feliz e orgulhoso” em saber que o projeto criado por ele - quando secretário do turismo do Ceará, em 2009 -, foi responsável por atrair muitos turistas e está prestes a ser reeditado. “A garantia que tem sol no Ceará é muito importante na hora de decidir a viagem. Quem sabe, próximo ano, não faço o Seguro Sol do Aracati?”, brinca.

Conforme a CVC, em 2016, 286 mil turistas desembarcaram com a agência de viagens no Ceará. Por dia, cerca de 800 turistas chegaram pela Capital. (O Povo - é parceiro de oxereta.com)