MACIÇO DO BATURITÉ

Governo do Ceará entrega barragem que garante água para 13 mil famílias

A Barragem Germinal foi inaugurada pelo governador Camilo Santana e pelo ministro da Integração Nacional, Hélder Barbalho. A obra está localizada entre os municípios de Palmácia e Pacoti

Ascom Governo do Ceará
Governo do Ceará entrega barragem que garante água para 13 mil famílias

O governador do Ceará, Camilo Santana, acompanhado do ministro da Integração Nacional, Hélder Barbalho, inaugurou mais uma obra hídrica nesta sexta-feira (11): a Barragem Germinal. Localizado entre os municípios de Palmácia e Pacoti, o equipamento, que represa o Rio Pacoti, vai suprir a demanda de água para o abastecimento público da região, beneficiando mais de 13 mil famílias do Maciço de Baturité.

Além da obra, que recebeu investimento de R$ 22 milhões, está prevista para este ano, ainda, a instalação de adutoras, ampliando a oferta hídrica nessas localidades. Durante a solenidade, o governador Camilo Santana ressaltou que medidas para garantir o abastecimento não só no Interior, como na Capital e Região Metropolitana, estão sendo intensificadas pelo Governo do Ceará. “Vamos inaugurar, em setembro, uma ação inovadora no Brasil: os poços direcionais, que vão possibilitar a garantia de, no mínimo, 10% do consumo de água de Fortaleza”, projetou.

O chefe do Executivo afirmou, também, que está dando continuidade às ações emergenciais e programadas no Plano de Convivência com a Seca e no Plano de Segurança Hídrica da RMF, em parceria com o ministério. “Vamos deixar o (consumo do) Complexo Portuário do Pecém totalmente independente do açude Castanhão e das Bacias Metropolitanas”, garantiu.

Aproveitando a ocasião, o ministro Hélder Barbalho afirmou que o Governo do Ceará está autorizado a acelerar as obras do Cinturão das Águas do Ceará (CAC), para que as águas da Transposição do Rio São Francisco cheguem com mais celeridade. “O repasse dos recursos para o CAC está em dia. Este projeto tem nos unido de forma incansável”, disse. “Vamos continuar a parceria com o Estado para garantir a oferta hídrica para os municípios e as comunidades. Estamos investindo em barragens e adutoras e nas obras da Transposição e do CAC para os anos de 2017 e 2018”, comprometeu-se.

Alívio

O agricultor Fernando Vieira, 73, precisou ver a barragem de perto para amenizar as angústias que a seca trouxe. Foi o pequeno Vitor, de 7 anos, seu neto, que insistiu para que o avô conhecesse o equipamento. “Ele (Vitor) pediu muito. É uma beleza, isso aqui”, apontou o agricultor para o espelho d’água. “É uma seca muito grande, meu filho. A gente precisa lavar roupa, fazer a comida, criar os bichos. E lá em casa é muita gente. Eu recebo todo mundo, sempre tem um prato a mais, e sem água é ruim. Essa barragem vai aliviar muito”, sorriu o homem.

A escassez de água na região também refletiu na rotina da dona de casa Irene Batista, de 67 anos. “Nós sofremos muito, muito mesmo com a falta d’água. Antes da barragem, o jeito era pegar (água) com o carro-pipa”, lembrou. A lavagem de roupa, ela ressalta, precisou ser com menos frequência. Foi preciso reduzir os gastos. “Agora, eu tenho fé que vai melhorar”.

Evento

Participaram da cerimônia de inauguração da Barragem Germinal, ainda, o secretário de Recursos Hídricos do Estado, Francisco Teixeira; o presidente da Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece), Neuri Freitas; o presidente da Companhia de Gestão e Recursos Hídricos (Cogerh), João Lúcio Farias; e deputados estaduais, federais, além de gestores municipais. (Assessoria de imprensa)