MONET

Cabo submarino que ligará Fortaleza aos EUA terá parceria de empresa da Califórnia

A rota do cabo será de mais de 10 mil quilômetros e a capacidade de comunicação de pelo menos 60 Tbps, em seis pares de fibra, sendo dois da Angola Cables

Reprodução
Cabo submarino que ligará Fortaleza aos EUA terá parceria de empresa da Califórnia

A multinacional angolana Angola Cables elegeu a Equinix, uma empresa californiana (EUA) global de interconexão e data center, para receber os equipamentos do cabo Monet, que ligará os Estados Unidos e o Brasil. A fibra chegará por Fortaleza e será ligada à Praia Grande. De lá, para Santana do Parnaíba, local em que ocorrerá a distribuição do tráfego pela América do Sul.

O cabo Monet tem a empresa angolana como uma de suas investidoras. Google, Antel, do Uruguai, e a Algar Telecom, do Brasil, também integram o time de investidores.

A rota do cabo será de mais de 10 mil quilômetros e a capacidade de comunicação de pelo menos 60 Tbps, em seis pares de fibra, sendo dois da Angola Cables.

A construção foi atribuída a TE Subcom, a divisão de cabos e submarinos da Tyco Eletronics. O Monet estará conectado aos data centers IBX+SP3 da Equinix Brasil e aos IBXs MI1 e MI3 na Equinix EUA. (O Povo - é parceiro de oxereta.com)