DO AEROPORTO PARA HOTÉIS

Transfer do Aeroporto a hotéis começa fevereiro

Já os ônibus turísticos para passeio na Capital terão ainda de passar por licitação para iniciar operação. A expectativa é que o edital seja lançado em 15 dias, com período de um mês para apresentação de propostas

Evilázio Bezerra/O POVO
Turistas que chegarem ao Aeroporto Internacional Pinto Martins terão a opção de pegar um ônibus no terminal para ir a hotéis da Capital

Os ônibus que farão o transfer do Aeroporto Internacional Pinto Martins para a zona hoteleira de Fortaleza começam a operar em fevereiro. O serviço será feito pela empresa Viação Urbana, que detinha a permissão para transportar os torcedores, na época da Copa do Mundo de 2014, também no trajeto para a orla. Já o edital de licitação dos ônibus turísticos que rodarão por nove pontos de Fortaleza será lançado em quinze dias.

A informação é do secretário do turismo de Fortaleza, Alexandre Pereira, que ressalta que os dois projetos são fundamentais para atender o aumento da demanda de turistas, esperado a partir do centro de conexão de voos (hub) da Air France-KLM/Gol e dos novos voos que podem surgir com a gestão do aeroporto pela alemã Fraport. “Em uma cidade turística como Fortaleza, é inadmissível não ter estes serviços. É preciso dar opção ao turista”, afirma.

Esta não é a primeira vez que a Prefeitura tenta emplacar ônibus para fazer transfer do Aeroporto para a rede hoteleira na Beira-Mar. Na época da Copa do Mundo de 2014, veículos convencionais fizeram o trajeto ao preço de R$ 2,20. A ideia é que agora a rota seja feita por ônibus executivos, com ar-condicionado e bagageiro, saindo a cada meia hora e com tarifas estimadas em R$ 13.

“A empresa deixou de operar depois da Copa, justificando que não havia demanda. Mas, agora, o momento é outro. Também estamos oferecendo ao trade turístico a possibilidade de patrocinar esta linha, adesivar, exibir propaganda, o que vai ajudar a garantir a viabilidade econômica da rota”, afirmou Alexandre, ressaltando que já existem várias empresas interessadas em patrocinar o projeto, mas sem dar mais detalhes.

O secretário adjunto da Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), Luiz Alberto Saboia, explica que como já existe um contrato de permissão em vigor, com a Viação Urbana, não será necessário fazer licitação para escolha da empresa. Basta apenas a emissão de uma nova ordem de serviço, o que foi feito em dezembro. “Já conversamos com a empresa e a ideia é que a linha comece a operar em fevereiro, quando devem ficar prontos os veículos”, afirma.

Hop on hop off

Ele explica que no caso das linhas turísticas, com ônibus de dois andares, que circularão por pontos turísticos da Cidade, por se tratar de um serviço novo, ocorrerá uma licitação. O edital para chamada pública está em fase de finalização e deve ser lançado em quinze dias. Depois, haverá um mês para apresentação de propostas e o resultado deve ser divulgado após o Carnaval. O sistema do ônibus deve ser hop on hop off, em que as pessoas podem subir e descer dos veículos nos pontos turísticos.

“Uma vez finalizado o processo, a empresa tem de 60 a 90 dias para iniciar a operação, então, acreditamos que a partir de maio a rota comece a ser feita. Mas, seguramente, na alta estação do meio do ano o serviço já vai estar operante”.

Neste caso, quem vencer a licitação, além de cobrar uma tarifa do usuário, estimada em R$ 40, vai poder captar patrocínio para propagandas, a exemplo do que ocorre hoje com o sistema Bicicletar. (O Povo - é parceiro de oxereta.com)