ACRE

Enquanto Gleici participa do BBB18, família vive de doações, informa portal

Como a principal renda era a de Gleici, até para acompanhar alguns momentos do programa a família precisou da ajuda de amigos e vizinhos

Em entrevista ao portal da Veja, a família de Gleici Damasceno, participante do Big Brother Brasil 18, revelou dificuldades financeiras desde que a estudante de psicologia entrou na casa. Até antes disso, a família, que mora na Baixada do Sobral, no Rio Branco, capital do Acre, tinha como principal fonte de renda o trabalho de Gleici na Assessoria de Juventude do Governo do Estado do Acre, onde ganhava cerca de R$ 2,7 mil reais mensais.

Durante a entrevista, os familiares revelaram que a participante do BBB18 era a única com emprego fixo na casa, onde moram ela, a mãe, dois irmãos, um cunhado e uma sobrinha de 3 anos de idade. A mãe, Vanuzia, foi demitida do trabalho de babá por causa das faltas constantes para viajar ao Rio de Janeiro e ver a filha durante os paredões. Atualmente o dinheiro entra na casa pelo trabalho do filho mais velho, Agleuson, que faz bicos limpando ar- condicionado.

Para acompanhar o programa, vizinhos e familiares dividem a assinatura de uma operadora de televisão para a casa de Gleici. A mesma coisa acontece com a Internet, mas a baixa qualidade de conexão impediu que a família participasse das primeiras edições do quadro Família BBB.

Gleici já ganhou R$ 10 mil no programa, além de receber cerca de R$ 500 por semana que fica na casa pela participação do programa. A família, porém, ainda não teve acesso ao dinheiro pois ele só pode ser liberado depois da saída da participante do BBB18. (O Povo - é parceiro de oxereta.com)