GRATUITO

Do mundo virtual à magia da infância

Festival Internacional de Teatro Infantil do Ceará (TIC) começa neste fim de semana trazendo uma proposta de fuga das tecnologias

Reprodução
O espetáculo O Homem Que Amava das Caixas é destaque na programação do Festival

As cores nos permitem novas percepções, as brincadeiras trazem o lúdico à tona. É necessário ousadia para deixar o universo das tecnologias e experimentar o que existe lá fora. Conheça a arte que ocupa. Essa é a proposta da oitava edição do Festival Internacional de Teatro Infantil do Ceará (TIC), que acontece de 6 a 14 de outubro em Fortaleza, Sobral e São Gonçalo do Amarante.

"A escolha desse tema se deve a uma questão que vem afligindo a infância contemporânea no mundo todo. O festival faz uma comparação com o mito da caverna (obra mais famosa de Platão, famoso filósofo grego), colocando as crianças como os prisioneiros da caverna que estão iludidos com esses conteúdos digitais", explica Emídio Sanderson, um dos diretores do evento. "O festival provoca essa discussão e coloca a arte como ferramenta para que as crianças possam buscar essa iluminação, saindo da caverna e buscando conhecimento", acrescenta.

Ao trazer uma variedade de manifestações artísticas, o TIC tem uma programação gratuita com 15 atrações, ocupando, a partir deste sábado, 6, diversos espaços em três cidades do Ceará. Serão mais de 50 atividades produzidas por grupos nacionais e internacionais. A capital cearense recebe artistas de Brasília, Pernambuco e Rio de Janeiro, além de atrações vindas da Argentina, Chile, Colômbia, França e Uruguai.

Com a proposta de imersão no universo infantil, o público poderá experimentar a magia da infância ao som dos grupos Iaiá e os Erês (SP) e Blitz Intervenções (CE). Em espetáculos teatrais, como em O Pequeno Príncipe, do Grupo Mirante de Teatro Unifor (CE), e em Ogroleto, do Pavilhão da Magnólia(CE), as histórias ganham espaço no imaginário das crianças e as levam de volta ao mundo próprio da infância. E a diversão não para por aí: a edição traz ainda apresentações das companhias circenses Laguz Circo (CE/ Argentina) e Circo Rebote (DF), tendo a cultura do circo como forma de encantar e despertar risos do público.

A bailarina Rosa Primo será um dos destaques desta edição. Com o espetáculo infantil Iracema, ela faz sua estreia no Festival. "Para nós, foi muito importante assumir a imprevisibilidade do brincar. Brincar é espontâneo. E é nesse lugar do imprevisível e da espontaneidade que queremos despertar a atenção, o desejo de se saber. Quem é Iracema? Quem sou eu?", reflete Rosa. Além dela, a também bailarina Samia Bittencourt realiza a apresentação do Nada de Música, trabalho desenvolvido especialmente para o Festival.

Outro destaque será o grupo Teatro Engrenaje, vindo do Chile. Inspirados na física, na biologia e na zoologia, o grupo desenvolve um espetáculo que mescla teatro de animação, teatro físico e máscaras na construção de uma narrativa sobre o ciclo da vida. A apresentação chama atenção ao recorrer ao teatro negro (com uso de uma iluminação estratégica em uma performance ambientada na escuridão).

O Festival também recebe, nos palcos cearenses, uma companhia vinda do Rio de Janeiro. A Artesanal Cia de Teatro, referência nacional no cenário de espetáculos infantis, apresenta o teatro de animação O homem que amava caixas, uma adaptação do livro infantil de mesmo nome escrito pelo australiano Stephen King. A performance aposta nas brincadeiras e no silêncio para levantar discussões, proporcionando "uma reflexão sobre as relações familiares, principalmente no que diz a ausência de diálogo que existe entre o adulto e a criança", declara Gustavo Bicalho, dramaturgo e diretor da Companhia.

O Festival conta ainda com a Mostra ComKids, em uma parceria que leva às telonas 22 filmes feitos no Brasil, na Argentina, na Colômbia e no Uruguai, com temáticas de cidadania, identidade e família. Também fazem parte da programação oficinas de circo (Grupo Garajal), de Sonoridade e de Cata-vento (Marcos Maracatu) e de Skate (Tiago Studart e Tucano). (O Povo - é parceiro de oxereta.com)



Destaques da programação deste fim de semana


Sábado

15h - Mostra comKids: sessão Pipoca

Classificação: até 5 anos. Local: Centro Cultural Banco do Nordeste

16h - Ester - Odília Nunes (PE)

Classificação: para todas as idades. Local: Centro Cultural Banco do Nordeste

16h - Oficinas de Circo - Grupo Garajal (CE)

Classificação: para todas as idades. Local: Espaço Arena Dragão do Mar

18h - O Homem que Amava Caixa - Artesanal Cia de Teatro (RJ) Classificação: a partir de 5 anos. Local: Teatro Dragão do Mar


Domingo

15h - Mostra comKids: sessão Pingue Pongue

Classificação: a partir de 6 anos. Local: Cinema do Dragão

16h - Oficinas de Circo - Grupo Garajal (CE)

Classificação: para todas as idades. Local: Espaço Arena Dragão do Mar

17h - Filles & Soie (Meninas & Seda) - Séverine Coulon (França)

Classificação: a partir de 6 anos. Local: Porto Dragão

17h30 - Ester - Odília Nunes (PE)

Classificação: para todas as idades. Local: Espaço Arena Dragão do Mar

18h - O Homem que Amava Caixa - Artesanal Cia de Teatro (RJ)

Classificação: a partir de 5 anos. Local: Teatro Dragão do Mar


SERVIÇO:


8ª edição do Festival Internacional de Teatro Infantil do Ceará

Quando: de 6 a 14 de outubro, em Fortaleza.

De 10 a 14, em Sobral

Dia 14, em São Gonçalo do Amarante

Onde: Centro Cultural Banco do Nordeste (Conde d'Eu, 560 - Centro)

Centro Cultural Dragão do Mar (rua Dragão do Mar, 891 - Praia de Iracema)

Centro Cultural Bom Jardim (rua 3 Corações, 400 - Bom Jardim)

Theatro José de Alencar (rua Liberato Barroso, 525 - Centro)

Hospital Infantil Albert Sabin (rua Tertuliano Sáles, 544 - Vila União)

Centro Cultural Belchior (rua dos Pacajús, 123 - Praia de Iracema)

Gratuito

Informações: www.festivaltic.com.br