COPA DO BRASIL

Cruzeiro vence o Corinthians no jogo de ida da final

Com gol de cabeça de Thiago Neves, Raposa derrota o Timão em casa e conquista o título com empate na volta

Felipe Correia/AE
Thiago Neves foi o autor do gol da vitória cruzeirense no Mineirão Felipe

O escrete cruzeirense até tentou se desvencilhar da pecha de favorito diante do Corinthians na final da Copa do Brasil. Mas o que se viu no campo do Mineirão foi uma Raposa se lançando ao ataque para levar vantagem ao confronto de volta e um Timão se fechando para tentar selar o título em casa.

Melhor para o Cruzeiro. Com gol de Thiago Neves, o time mineiro venceu ontem os paulistanos por 1 a 0 e podem ser campeões da Copa do Brasil pela sexta vez na próxima quarta-feira, 17, com um simples empate.

Em pouco mais de 90 minutos de jogo, o Corinthians não fez qualquer finalização a gol. O goleiro Fábio foi pouco mais que um espectador do jogo no Mineirão lotado. A estratégia era a mesma da semifinal diante do Flamengo, em que o Timão também não chutou qualquer bola a gol, mas conseguiu levar o empate em 0 a 0 para casa onde venceu o Rubro-Negro carioca por 2 a 1.

Ao fim do primeiro tempo, o Cruzeiro somava sete finalizações contra apenas duas do Corinthians ambas sem perigo para a meta de Fábio. Na última das cinco boas chances que criou na etapa, o esforço do time mineiro foi recompensado.

A jogada do único tento da partida começou na lateral esquerda, com Egídio.

O atleta pegou a bola na ponta, se desvencilhou de Romero e cruzou para a entrada da área. O "balão" caiu na cabeça de Thiago Neves aquele, com fama de ser "craque de jogo grande". O meia testou para o chão, a bola desviou no zagueiro Henrique, do Corinthians, e, lentamente, caiu no fundo das redes defendidas por Cássio: 1 a 0.

Apesar da desvantagem, o Corinthians não virou o disco no segundo tempo. O time de Jair Ventura até tinha mais posse de bola, mas parecia satisfeito com a desvantagem e nada criou na etapa final. Já o Cruzeiro, apesar da vantagem, buscava ampliar para poder chegar ao título mesmo com derrota na Arena Corinthians. O esforço cruzeirense, porém, foi em vão.

No fim da partida ainda houve tempo para a expulsão do volante chileno Araos, do Corinthians, que entrara no segundo tempo.

Com margem para o jogo da volta, o Cruzeiro fica mais perto do sexto título da Copa do Brasil, o que isolaria o time como maior campeão do torneio. Ao Corinthians, resta confiar na força da torcida e no esforço do elento para reverter a desvantagem.  (Com Agência Estado)


Copa do Brasil


Cruzeiro

4-5-1: Fábio; Edílson, Dedé, Léo e Egídio; Ariel Cabral, Henrique, Robinho, Thiago Neves (David) e Rafinha (Sobis); Barcos (Raniel). Tec.: Mano Menezes


Corinthians

4-5-1: Cássio; Fagner, Léo Santos, Henrique e Daniel Avelar; Gabriel, Ralf, Jadson (Émerson Sheik), Mateus Vital (Araos) e Clayson (Pedrinho); Romero. Tec.: Jair Ventura.

Local: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte-MGData: 10/10/2018.

Árbitro: Anderson Daronco (RS)

Gol: Thiago Neves (45/1T)Cartões amarelos: Cruzeiro - Egídio, Henrique e Thiago Neves. Corinthians - Léo Santos, Jadson e AraosCartão vermelho: Araos.