SESC CARIRI

Mostra Sesc Cariri chega à vigésima edição mostrando a força da cultura na região

Vários artistas falam da importância do projeto na difusão dos costumes e tradições populares

Allan Bastos / Divulgação
O evento acontece entre os próximos dias 16 e 20 de novembro e diversas cidades do Cariri

Desde 1999, a Mostra Sesc Cariri, cuja 20ª edição acontece entre os próximos dias 16 e 20 de novembro, vem sendo palco principal de muitos artistas da região. Começando com o intuito de trabalhar e desenvolver a produção teatral, o evento abrangia os moradores e turistas, que visitavam a região. O projeto, que desde a primeira edição já colaborava para a difusão de outras linguagens artísticas, trabalhando a tradição popular a partir da música, dança e poesia, cresceu: com investimento, tornou-se ponto de culminância de encontros multilinguagens e festejos, valorizando artistas e grupos de tradição popular da região e alcançando a dimensão que tem hoje.

Marinês Pereira é a fundadora do Coco Frei Damião. O grupo, formado apenas por mulheres e criado em 2006, hoje conta com 22 participantes – uma delas é a primeira mulher trans a integrar um grupo de coco. Marinês ressalta a importância do evento para divulgar o trabalho de artistas da região. "Trabalhamos esperando isso. É um marco. O evento mapeia o nosso grupo e ficamos na expectativa dele, pois nosso calendário gira em torno desse encontro", afirma.

As integrantes do grupo, porém, não vivem das apresentações. "Cada uma possui seu emprego, reforça a fundadora e coordenadora do coco que explica ainda que o evento é fundamental, pois é garantido no anuário do grupo. "A mostra é nosso carro chefe”. Marinês é também coordenadora do Coco Mirim, formado há dois anos por ela e sua irmã, Cícera Alves mestra do grupo. Ele conta com 13 meninos e meninas entre oito e 16 anos. Marinês finaliza dizendo que "com a Mostra, me sinto cada vez mais forte pra falar da minha história. Suamos a camisa para manter a nossa tradição."

O Reisado de Congo, sob a liderança de Mestre Aldenir, de 84 anos, é um dos grupos que lutam para manter a tradição na Região do Cariri. A folia de reis, expressão cultural secular de origem Ibérica, até hoje é mantida viva em alguns estados do Nordeste brasileiro. Mestre Aldenir cita a importância da Mostra para a valorização das expressões culturais na região. "O evento é muito importante para nós, trazendo alegria para jovens e velhos". O Mestre dá ênfase ao trabalho de divulgação dos costumes para a nova geração, falando com felicidade da quantidade de pessoas que vem para prestigiar as apresentações.

Também do Cariri, o artista Junú, que atualmente trabalha no Sudeste, diz que é uma honra ter participado de um evento tão importante para a região e cita que há um fazer cultural antes e outro depois dessa estrutura, dando ênfase ao fato de a Mostra contribuir para o desenvolvimento do Cariri a partir da arte, educação e cultura. "Eu tive a oportunidade de estar na primeira edição e em vários momentos, em outras edições, tocando, assistindo ou fazendo produção, acompanhando a evolução de artistas e meu próprio crescimento dentro dessa estrutura", afirma. Junú fala que, no seu ponto de vista, a Mostra deve continuar com o formato que começou, sem perder a essência e não se voltar à cena comercial.

"A lógica de mercado não deve ser reproduzida por secretarias de cultura. O fazer cultural deve se voltar para pessoas que são muito boas, mas não têm muito espaço na cena brasileira de dança, teatro, música", pontua. O artista fala da força que a Mostra Sesc Cariri tem de realizar uma programação pensando na difusão de nomes da região que somam anos de carreira e não possuem oportunidade por causa da estrutura do mercado da cultura.

O encontro cultural acontece no Cariri cearense, com apresentações gratuitas de artes cênicas, artes visuais, audiovisual, música, literatura e tradição. Também há espaço para reflexão e formação com o Seminário Arte e Pensamento, nos dias 19 e 20, que neste ano convoca para discussão sobre o patrimônio imaterial, memória e cultura popular. Celebrando a vigésima edição, a abertura da Mostra Sesc Cariri de Cultura contará com O Grande Encontro e encerramento com Milton Nascimento. (O Povo - é parceiro de oxereta.com)



Serviço

20ª Mostra Sesc Cariri de Culturas

Quando: de 16 a 20 de novembro de 2018

Informações e programação: http://www.mostracariri.com.br/