ASSEMBLEIA LEGISLATIVA

Eleição da nova mesa anima bastidores da assembleia

O PDT terá, mais uma vez, o comando da Assembleia Legislativa. Não apenas por ter feito a maior bancada nestas eleições - são 14 parlamentares, mas por ser o avalista principal da reeleição do governador Camilo Santana (PT).

Bem, com base nesse cenário, alguns pedetistas eleitos e reeleitos já começaram, nos bastidores, a busca para se cacifar e chegar ao topo da Casa. Além do atual presidente Zezinho Albuquerque, cobiçam o posto José Sarto, Salmito Filho e Sérgio Aguiar.

Zezinho brigaria assim por um terceiro mandato consecutivo. José Sarto é tido na Casa como parlamentar que não agrega e que só aparece mais em época de eleição. Sérgio Aguiar é aquele que brigou com Zezinho, provocou ira nos Ferreira Gomes, a extinção do TCM e acabou voltando feito filho pródigo ao ninho oficial para não perder espaços políticos.

E Salmito? É tido como novato, mas traz no currículo a experiência de quem preside a Câmara Municipal de Fortaleza e mostrou-se fiel aos Ferreira Gomes, principalmente a Cid Gomes, senador eleito, no tiroteio sobre delações dos chefões da JBS. A certeza é uma só: o novo presidente sairá do PDT e, até a eleição, em janeiro próximo, o PDT ainda conversará muito com Camilo Santana, o governador mais bem votado da história do Ceará (quase 80% de sufrágios).


OLHO NA CÂMARA

Com Salmito Filho (PDT) eleito deputado estadual, abre-se o debate agora sobre sucessão no comando da Câmara. Já estão no páreo, Adail Júnior (PDT) e Elpídio Nogueira (PDT) que é secretário municipal de Direitos Humanos.


OLHO NA CÂMARA 2

Noutra ponta, estão na peleja também Gardel Rolim (PPL), Michel Lins (PPS), Raimundo Filho (PRTB) e correndo por fora Dr. Eron (PP), que se efetivará com a saída de Salmito Filho.  (O Povo - é parceiro de oxereta.com)