PORTO ALEGRE

Mulher denuncia ataque, mas não registra queixa

REPRODUÇÃO/FACEBOOK
Inclinação demonstra se tratar da suástica nazista, não do Manji budista

Uma jovem de 19 anos relatou a policiais ter sido atacada na segunda-feira à noite, na região central de Porto Alegre.

A vítima, que não teve o nome revelado, relatou em depoimento que voltava do cursinho vestindo uma blusa com a frase "Ele não", quando foi seguida por três homens, agredida a socos e teve a barriga marcada a canivete com traços semelhantes a uma suástica - símbolo do nazismo.

Segundo o delegado Paulo César Jardim, responsável pelo caso, ela teria sido vítima de homofobia. A vítima, no entanto, não quis fazer uma representação criminal. (O Povo - é parceiro de oxereta.com)