EXPOSIÇÃO COWPARADE

A cor da cidade

Maior evento de arte a céu aberto do mundo chega a Fortaleza pela primeira vez amanhã, 9

Julio Caesar - O Povo e
Carlus Campos, ilustrador do O POVO, foi um dos artistas selecionadas para a CowParade de Fortaleza. As obras serão expostas em vias públicas e pontos turísticos / O cangaço foi o tema escolhido pelo ilustrador e cartunista do O POVO, Carlos Henrique Gua

Entre múltiplos tons, texturas e forte regionalismo, a 12ª edição brasileira da CowParade desembarca em Fortaleza pela primeira vez para colorir as ruas da Capital a partir de amanhã, 9. Considerada a maior exposição de arte contemporânea a céu aberto do mundo, a mostra exibe pinturas, colagens e demais intervenções de 50 artistas cearenses realizadas nas famosas esculturas de vaca em tamanho natural.

Criado pelo escultor suíço Pascal Knapp em 1999, a CowParade já reuniu cerca de 10 mil artistas nas 97 edições registradas em 33 países. Segunda capital nordestina a receber a exposição, Fortaleza terá exemplares de vaquinhas coloridas distribuídas por regiões, como Praia de Iracema, Aldeota, Mucuripe, Centro e Benfica, até o próximo dia 8 de dezembro.

O número de artistas cearenses interessados em participar da CowParade foi volumoso: 170 pintores, escultores, artesãos, arquitetos, designers, grafiteiros, artistas plásticos e demais amadores ou profissionais inscreveram 260 projetos no processo seletivo. Desses, 43 foram escolhidos e sete, por sua vez, convidados.

O artista plástico Mano Alencar, autodidata nascido em Juazeiro do Norte, compõe a lista de convidados para expor no evento. "O convite foi uma grata surpresa, fiquei muito feliz. Para mim, é uma honra participar desse projeto que tem uma causa filantrópica", destaca. Além do intuito artístico, a CowParade tem caráter beneficente: após a exposição, no dia 18 de dezembro, as esculturas serão leiloadas e toda a renda arrecada será revertida para a Associação Peter Pan, o Iprede e o Lar Torres de Melo.

O tema escolhido pelo experiente Mano Alencar para ilustrar sua vaquinha de fibra de vidro foi a carnaúba, árvore símbolo do Ceará. "Um amigo meu, Esmerino Arruda, era dono de uma fazenda com 36 mil hectares só de carnaúbas. O nome do sítio era Tiaia, e a minha vaca se chama assim em homenagem ao lugar. Na minha obra, as carnaúbas são feitas com sobreposição de tintas acrílicas nas cores vermelho, azul turquesa e amarelo", explica.

A CowParade também proporcionou diálogo entre diferentes gerações de artistas. Beatriz Soares, de apenas 18 anos, foi uma das selecionadas, produzindo obra inspirada na xilogravura e na literatura de cordel. "Eu quis criar uma identidade nordestina e passar um pouco do que a região representa pra mim: a paisagem, a alegria do povo nordestino... Por mais que todas as vaquinhas sejam diferentes, todas levam uma identidade nordestina, um estilo cearense. Acho que todas elas querem abordar o mesmo sentimento de arte urbana, aproveitar o contato direto da obra com o observador", acredita a artista plástica.

Prata da casa, o cartunista Carlos Henrique Guabiras e o artista visual do Carlus Campos - ambos integrantes da equipe do O POVO - também tiveram seus trabalhos selecionados para a mostra. Guabiras utilizou traços de cartum em sua vaquinha, enquanto Carlus se inspirou na xilogravura cearense.

"Pintei a minha escultura como se fosse toda mecânica, montada em chapa de ferro, mas com uma abertura que tem um cangaceiro dentro. Pintar foi muito prazeroso, foi massa! Uma coisa legal é que é um evento internacional, então, eles procuram influências próprias das cidades. A gente usou muitos elementos nordestinos: tem cangaço, renda, xilogravura, mandacaru, garrancho, piçarra, pássaros, cajus, corda, fanzine, muitas texturas?", enumera Guabiras.

Carlus celebrou as trocas possibilitadas pela CowParade. "É bom esse encontro de artistas antigos, como o próprio Mano, com gente nova, como a Bia. A gente quis imprimir uma certa identidade, uma cultura local, e o resultado foi de encher os olhos".

Além das vias públicas, a exposição pode ser conferida pelo público a partir de 9 de dezembro no Shopping Iguatemi Fortaleza. (O Povo - é parceiro de oxereta.com)



Cow Parade em Fortaleza

Exposição nas ruas: de amanhã, 9, a 8 de dezembro

Exposição no Shopping Iguatemi Fortaleza: de 9 a 16 de dezembro

Leilão das obras: 18 de dezembro

Informações: cowparade.com.br