JULGAMENTO

2ª Turma do STF marca para dia 25 pedido de liberdade de Lula

Ficou agendado para o próximo dia 25 o julgamento do pedido de liberdade do ex-presidente Lula na Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF). A defesa do petista aponta suspeição do ex-juiz federal e atual ministro da Justiça, Sergio Moro, durante o processo no qual Lula foi condenado pelo caso do triplex do Guarujá.

A defesa entrou com o pedido em dezembro de 2018, quando Moro aceitou o convite do presidente Bolsonaro para assumir o Ministério. Após dois votos contra a concessão de liberdade a Lula, o ministro Gilmar Mendes pediu vista para, na última segunda-feira, 10, liberar o processo para julgamento.

Mendes pediu a inclusão do julgamento do habeas corpus de Lula na pauta do dia 25 de junho, data da próxima sessão do colegiado. Presidente da Segunda Turma até ontem, Ricardo Lewandowski acatou o pedido.

A sessão da Segunda Turma do dia 25 de junho será presidida pela ministra Carmen Lúcia, que ontem passou a ocupar a vaga de Lewandowski à frente do colegiado.

"Vamos aguardar. Tem vazamentos, estão anunciando novos vazamentos, então vamos aguardar", disse Gilmar Mendes a jornalistas, ao chegar para a sessão da Segunda Turma de ontem. Procedimentos heterodoxos para atingir finalidade, ainda que legítima, não devem ser beneplacitados", complementou. (O Povo com agência).