SÉRIE A

Ceará bate Internacional no Castelão e chega com moral para Clássico-Rei

Com gols de Galhardo e Mateus Gonçalves, Ceará venceu por 2 a 0 o Colorado

Julio Caesar/O POVO
Thiago Galhardo comemora gol diante do Internacional.

Ceará marcou com Thiago Galhardo e Mateus Gonçalves, diante de um Internacional desorganizado e pouco ofensivo e conquistou a vitória por 2 a 0, no Castelão, na noite desta quinta-feira. Com o resultado, o Vovô chegou aos 36 pontos, e está agora na 13º colocação, à frente, por saldo de gols, do Fortaleza.

Como adiantou ainda na coletiva da quarta-feira, 6, Adílson Batista não poupou os jogadores pendurados. No time titular que enfrentou o Internacional, o técnico alvinegro colocou seis dos oito jogadores que acumulavam dois cartões amarelos. A decisão lhe valeu alguns desfalque para o Clássico-Rei. Nos minutos finais da primeira etapa, Bergson, levou cartão amarelo, após se envolver em confusão com Cuesta. No segundo tempo, Pedro Ken também levou o terceiro amarelo. Os dois estão fora do duelo de domingo, 10, no Castelão, às 19 horas, com o Fortaleza. A partida é válida pela 32ª rodada do Brasileirão. William Oliveira e Luiz Otávio foram substituídos sentindo dores e podem ser dúvidas.

O JOGO

O primeiro tempo começou com as duas equipes fazendo apresentações muito equilibradas com troca de passes na intermediária, sem muito poder ofensivo. Apenas aos 26 minutos, a primeira finalização mais perigosa aconteceu. Patrick chutou forte para grande defesa de Diogo Silva. Ainda assim, o Alvinegro era mais bem organizado em campo e passou a pressionar mais. Ao 36 minutos, Pedro Ken, que entrou no lugar de William Oliveira que sentiu a coxa direita, chutou cruzado para defesa de Danilo Fernandes.

Aos 42, vivendo melhor momento na partida, o Vovô abriu o placar. Sem marcar gol desde a chegada de Adílson Batista, Thiago Galhardo recebeu na pequena área, após cruzamento preciso de Samuel Xavier. O meia-atacante mergulhou para marcar de cabeça. Emocionado, Galhardo chorou, deitado junto a linha de fundo, e foi abraçado pelo companheiros.

Ainda na etapa inicial, Bergson levou cartão amarelo por discussão com Cuesta e está fora do Clássico-Rei. O tempo inaugural terminou com leve vantagem do Internacional na posse de bola (56% a 44%) e no número de finalizações (7 a 5), mas com o Alvinegro de Porangabuçu mais consistente.

Na etapa final, o Ceará voltou com o objetivo de garantir a manutenção da vitória parcial, mas se segurando na defesa. A estratégia funcionou, mas houve ocasiões em que o Colorado teve chances claras de empate. Não fez, ao 18 minutos, porque Diogo Silva salvou duas tentativas seguidas com Patrick e Bruno Silva.

Mantendo-se na defesa e chegando a ter apenas 30% da posse de bola, Ceará aproveitou contra-ataque e sacramentou a vitória. Bergson recebeu na área e chutou para defesa de Danilo Fernandes. No rebote, Lindoso chutou no pé de Mateus Gonçalves. Atacante, que entrou no lugar de Galhardo, chutou colocado no canto esquerdo e ampliou para o Vovô.  (O Povo - é parceiro de oxereta.com)