ABASTECIMENTO DE ALIMENTOS

Porto de Fortaleza monta operação para o navio Koningsdam receber 50 toneladas de alimentos e seguir viagem

Navio contava com quase mil tripulantes e estava proibido de ancorar em Fortaleza devido à pandemia de Covid-19

Fco. Fontenelle - O Povo
Navio de cruzeiro holandês atraca no Porto do Mucuripe para reabastecimento em meio à quarentena de proteção à pandemia do coronavírus

Uma ação humanitária mobilizou diferentes instituições brasileiras nessa quinta-feira, 2. Após passar mais de uma semana na costa cearense, o cruzeiro Koningsdam recebeu abastecimento de alimentos, água e combustível pelo Terminal Marítimo de Passageiros, em Fortaleza. Com 996 tripulantes a bordo, o navio estava proibido de ancorar na Capital devido à pandemia de Covid-19.

Para a realização desta operação, as seguintes instituições estiveram diretamente envolvidas: Companhia Docas do Ceará, Capitania dos Portos, Receita Federal, Polícia Federal, Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq).

O Koningsdam deveria ter encerrado a temporada 2019-2020 de cruzeiros no Terminal Marítimo de Passageiros no último dia 24 de março. Graças aos avanços do novo coronavírus, no entanto, sua parada na capital cearense foi cancelada. Uma ação, no entanto, foi montada para fazer a retirada de todos os turistas, levando-os para seus respectivos países. De bandeira holandesa, o Koningsdam iniciou a viagem de 44 dias na Flórida em 21 de março, com 2.384 passageiros. Agora, o navio seguirá viagem até o Panamá.

Ainda com a tripulação no navio, a operação dessa quinta-feira proporcionou condições para que o Koningsdam seguisse viagem para a Holanda. Sem nenhuma pessoa desembarcar ou embarcar no cruzeiro, quatro contêineres com alimentos chegaram a Fortaleza, de Recife, por via terrestre.  (O Povo - é parceiro de oxereta.com)