HIDROLÂNDIA

Chuva em Hidrolândia destrói ponte e desabriga 40 famílias

Não há ainda registro de ocorrências fatais. Desabrigados estão alojados em escolas e ginásios

Cerca de 100 pessoas de 40 famílias no município de Hidrolândia (distante 254 km de Fortaleza) estão desabrigadas em decorrência das fortes chuvas que estão ocorrendo desde a tarde de ontem. A ponte sobre o rio Batoque, um dos acessos à Cidade, foi interditado, porque corre risco de desabamento. Os distritos de Betânia, Conceição, Hidrolândia (Centro) e Irajá tiveram árvores e calçamento arrancados por causa das chuvas e fortes ventos.

Segundo o Corpo de Bombeiros, até o momento, não há registros de vítimas, mas uma família está isolada na comunidade do Morro e deve ser resgatada por barco ou helicóptero pelos Bombeiros. Os desabrigados foram levados para escolas, ginásios e casas de parentes e amigos.

A Cidade está sem energia elétrica e muitos celulares estão sem funcionar. Equipes do batalhão de bombeiros de Canindé e Sobral e Defesa Civil se deslocaram para ajudar nos resgate. A CE-187 chegou a ser interditada por causa do alagamento mas já está liberada.

Segundo a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), o cenário se dá, principalmente, pela presença de uma frente fria localizada sobre o oceano na altura do estado da Bahia, à leste do Nordeste. Além disso, embora haja, neste momento, pouca atividade convectiva (formação de nuvens de chuvas mais favoráveis às precipitações) na região onde a Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) está localizada (abaixo da linha do Equador), esse sistema indutor também poderá colaborar com formação de chuvas no centro-sul, principalmente, o que inclui, além do Cariri, Sertão Central e Inhamuns, mas também Ibiapaba e Maciço de Baturité. O centro-sul do Ceará deverá concentrar as principais até amanhã.

Em nota, a Enel Distribuição Ceará informou que, após as fortes chuvas que atingiram os municípios de Guaraciaba do Norte e Hidrolândia nessa madrugada, parte da rede elétrica foi danificada, causando falha no fornecimento em alguns pontos. "A distribuidora esclarece que técnicos já estão trabalhando para normalizar o fornecimento de energia o quanto antes", diz a nota. (O Povo - é parceiro de oxereta.com)