QUIXADÁ

Prefeito de Quixadá defende controle de saídas de Fortaleza no feriado de Semana Santa

Segundo o gestor, a movimentação maior por conta do feriado pode ser um fator grave para a disseminação do novo coronavírus no Estado

Julio Caesar - O Povo
Trânsito costuma ser intenso com destino ao Interior durante feriados

Oprefeito de Quixadá, Ilário Marques (PT), defende que o governador Camilo Santana (PT) avalie controlar o fluxo das saídas de Fortaleza para o Interior durante a Semana Santa. Segundo o gestor, a movimentação maior por causa do feriado pode ser um fator grave para a disseminação do novo coronavírus no Estado.

“Fortaleza é uma cidade de interioranos. A grande maioria da população é de pessoas com fortes vínculos no Interior. Migraram, criaram família e se estabeleceram na Capital, mas têm no Interior familiares, parentes. Então, há uma revoada de famílias que vão vir para o Interior para visitar parentes. Ficamos preocupados, porque isso pode ser muito grave”.

O prefeito destaca, por exemplo, ter tomado conhecimento do fretamento de dois ônibus vindos de Fortaleza apenas para um distrito de Quixadá. “Acho que talvez esteja na hora de o governo estudar talvez a instalação de barreiras, para que as pessoas não saiam da Capital nessa Semana Santa, ou pelo menos controle esse fluxo”, afirma.

 “Quixadá tem interação estimada com Fortaleza de duas mil pessoas todos os dias. Como somos uma cidade universitária, temos também fluxo de alunos de 30 municípios para cá, era preciso controlar isso”. Ilário diz que, antes mesmo do decreto de isolamento de Camilo Santana (PT), o município já havia determinado o fechamento de campus de universidades. (O Povo - é parceiro de oxereta.com)