AQUIRAZ

Moradores do Porto das Dunas criam perfil no Instagram para denunciar descaso da Prefeitura de Aquira

O Avança Porto das Dunas já soma mais de 3 mil pessoas nos perfis do Instagram e Facebook, e contam ainda com grupo de mais de 100 pessoas em grupo do WhatsApp

Reprodução
Na tentativa de buscar alternativas e contornar a situação do Porto das Dunas, o Avança PDD se mobiliza

Moradores do Porto das Dunas decidiram criar uma página no Instagram para denunciar suposto descaso da Prefeitura de Aquiraz e cobrar melhorias para a comunidade. De acordo com o administrador da iniciativa Avança Porto das Dunas, que prefere não se identificar, as principais reclamações dos moradores se referem a infraestrutura precária do bairro. O perfil foi criado em 22 de maio e já conta com 1.574 seguidores.

De acordo com o Avança PDD, a iniciativa começou a partir de discussão entre os habitantes do local, mas só ganhou corpo em maio deste ano, quando o perfil foi formatado. À época, a situação já era insustentável para a comunidade. E nas últimas semanas, a população do Porto das Dunas tem enfrentado diversos transtornos, desde pontos de alagamento, com ruas comprometidas por buracos; até a iluminação precária, que gera insegurança para os moradores.

Quando a iniciativa foi criada, a intenção era ter o maior número de moradores enviando suas denúncias e contribuindo para chamar a atenção para a situação que se estende por mais de 20 anos, conforme relata o Avança PDD. Antes, o grupo se organizava principalmente pelo WhatsApp, onde os integrantes compartilhavam informações, já insatisfeitos com a situação do bairro.

Além da mobilização na rede social, os moradores também chegaram a ir à sede da Prefeitura e à Câmara dos Vereadores, em tentativa de chamar a atenção para os prejuízos. “Já foram criadas associações e movimentos dentro do Porto das Dunas. Das administrações passadas, vieram recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), e foi por água abaixo. A gente não viu as reformas acontecerem”, comenta.

“Chegou uma hora que a gente pensou ‘rapaz, o pessoal está se mobilizando e não está dando nada, vamos colocar nas redes sociais para ver o que é que dá’; e aí estourou, ninguém aguentava mais”, explica o idealizador da iniciativa. O Avança Porto das Dunas já soma mais de 3 mil pessoas nos perfis do Instagram e Facebook, e contam ainda com grupo de mais de 100 pessoas no WhatsApp.

Avança Porto das Dunas busca alternativas para contornar a situação

Para o grupo, as melhorias que reivindicam devem ser definitivas. Desde o aprimoramento do saneamento básico, com galerias pluviais, até as obras de pavimentação e iluminação. Os moradores ressaltam que, desde que o perfil no Instagram foi criado, nada mudou no Porto das Dunas: “Inclusive, por um momento, a gente não conseguia marcar a Prefeitura para informar [as denúncias]. Eles, insatisfeitos, bloquearam a marcação”.

Na tentativa de buscar alternativas e contornar a situação do Porto das Dunas, o Avança PDD se mobilizou para transferir, de Fortaleza para Aquiraz, os títulos de eleitores com propriedade no Município. Nos últimos dois anos, já foram transferidos quase mil títulos. Conforme o grupo, a ação visa dar relevância política ao bairro, pois consideram que as obras na região acontecem principalmente onde há maior quantidade de votos, o que indicaria possíveis interesses políticos de “manutenção do poder”.

Para sustentar essa informação, o grupo comparou registros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). “A gente viu pelos registros do TSE, que, onde está tendo obra, está tendo mais voto. Como foi dito por um pré-candidato a Prefeitura, o Porto das Dunas arrecada em torno de 38% da arrecadação total, é muito recurso para nada”, comenta o grupo. O Avança PDD destaca que não possui interesses partidários, mas a eleição de um vereador do bairro é alternativa para a mudança na região. “É muito recurso para pouco espaço, e a gente vê que [as reformas] são viáveis, só não são feitas porque não tem vontade política”, pontua.

Pronunciamento da Prefeitura

Por meio de nota, a prefeitura de Aquiraz informou que “a problemática do Porto das Dunas já vem de muitos anos, e, devido às obras de ampliação da CE se agravou um pouco mais”. A Prefeitura afirmou que está aguardando a finalização da drenagem feita pelo Governo do Ceará, para dar início a recuperação das ruas paralelas. Em relação ao bloqueio do perfil do Avança PDD no Instagram, a prefeitura destacou que as marcações continuam a ser recebidas na página oficial da gestão.

Procurada pelo O POVO, em relação às denúncias de descaso, a secretária de Infraestrutura de Aquiraz, Mailsa Feijó, destaca que a coleta de lixo no Município segue em funcionamento normal, mas há um problema de poda que dificulta o trabalho da equipe. “Nessa época, as pessoas limpam os sítios e coloca a poda no meio das vias públicas, e a gente tem que limpar. Não é obrigação do Município, a gente limpa para ficar o ambiente limpo, mas não é uma obrigação nossa”, disse.

Conforme a titular da pasta, a coleta realizada pela Prefeitura tem como foco o lixo doméstico, e o recolhimento de podas realizadas a pedido da própria administração, como aquelas em calçadas e canteiros centrais. “É isso o que a Lei Orgânica disciplina. Infelizmente, a gente não tem condições de fazer toda a limpeza, e é isso que tem gerado desconforto no Município”, acrescenta Mailsa. A secretária também pontuou que o problema de iluminação pública, ao qual a administração está ciente, se refere a uma reforma que tem acontecido na fiação, devido a obra do governo do Estado. No entanto, esse seria um problema provisório.

Duplicação no Porto das Dunas tem conclusão prevista para o último trimestre de 2020

Ao O POVO, a Superintendência de Obras Públicas (SOP) reforçou que as ações no Porto das Dunas são exclusivamente para a duplicação da CE-025, que está com obra em andamento, e contempla a drenagem da rodovia. No entanto, a SOP ressalta que serviços em outras vias da região não são tarefas do órgão, e esclarece que “intervenções como drenagem e iluminação são, via de regra, competências municipais”.

De acordo com a SOP, a execução da duplicação de cerca de 7 km da CE-025 é dividida em dois intervalos. O primeiro, de 5,5 km, está na reta final, e tem todo o fluxo em pista dupla liberado desde o fim de fevereiro. O trecho abrange desde a rotatória da Cofeco até a rotatória de acesso ao Beach Park . Já no segundo trecho, de 1,6 km, que vai do acesso ao Beach Park até o acesso ao Golfville, estão sendo feitos trabalhos de terraplenagem. A previsão é que a obra completa seja entregue no último trimestre deste ano. (O Povo - é parceiro de oxereta.com)