VELMA É LÉSBICA

Produtor da série animada "Scooby-Doo" confirma que Velma é lésbica

O anúncio feito pelo produtor do desenho em seu Instagram sofreu ataques por parte dos fãs

REPRODUÇÃO
Velma é uma mulher lésbica, confirma produtor de Scooby-Doo. Ela sempre foi pensada como um personagem LBGT afirma

O produtor da série Scooby-Doo Mistérios S.A, Tony Cervone, revelou publicamente que a personagem Velma, da animação, pertence à comunidade LGBTQI+, sendo uma mulher lésbica. Os rumores sobre a real orientação sexual de Velma causavam intrigas diante dos fãs, mas Tony deixou claro que a personagem foi criada para ser exatamente como estão descrevendo. “Não há novidades aqui”, frisou na publicação.

O anúncio foi feito há cerca de duas semanas, mas viralizou nesta segunda-feira, 13, após veículos de comunicação e sites na internet divulgarem a notícia. A postagem da afirmação do produtor contou ainda com um recorte de Velma e de Marcie na frente de uma bandeira com as cores do arco-íris e o dizer “Pride”, que significa orgulho em inglês.

No anúncio, Tony deixa claro que não pode representar todas as criações e versões da personagem do desenho que estreou em 13 de setembro de 1969, mas que ele é um dos principais criadores que dão vida à atual representação de Velma. “Deixamos nossas intenções tão claro quanto podíamos fazer há dez anos”, pontua na publicação.

Ao longo do desenvolvimento da atual série, os fãs chegaram a presenciar um eventual romance entre Velma e o personagem Salsicha, amigo da investigadora e também membro da equipe que desvenda mistérios na cidade fictícia de Baía Cristal. A justificativa dado pelo produtor para a relação, assim como para seu fim, foi a de que Velma estava confusa e tentando entender suas emoções.

Tony destacou ainda que o desenho buscou expressar Velma descobrindo e lidando aos poucos com sua sexulidade. O produtor reforçou que na atual versão do seriado, Velma sempre foi idealizada como uma mulher lésbica, havendo inclusive alguns indícios disso ao longo da série. “A maioria dos nossos fãs entendeu. Para aqueles que não conseguiram, sugiro que você olhe mais de perto”, destaca na publicação em que encerra os rumores sobre o assunto.

Ainda diante dos questionamentos dos fãs, ao retratar Velma ao lado de Marcie, uma outra personagem da trama, o produtor comprovou ainda a teoria de muitos fãs, que durante o arco em que a nova personagem é inserida, houve um envolvimento romântico entre as duas. Com a sequência de acontecimentos e reviravoltas do arco, Tony explicou que Velma e Marcie não tiveram tempo suficiente para vivenciar seus reais sentimentos, mas que definitivamente. “Elas são um casal”, afirmou ainda nas redes sociais.

A confirmação por parte do produtor não agradou a todos os fãs, alguns inclusive se revoltaram contra a atitude afirmando que iriam deixar de assistir o seriado. “LGBTs estragando nossas infâncias”, afirmaram diversos de fãs nas publicações de repercussão do anúncio de Tony no Twitter. Diante dos ataques, dentro e fora de sua publicação ele desativou os comentários do post e deixou apenas uma explicação resumida, frisando que Velma é lésbica.NOTÍCIA
Produtor da série animada "Scooby-Doo" confirma que Velma é lésbica

O produtor da série Scooby-Doo Mistérios S.A, Tony Cervone, revelou publicamente que a personagem Velma, da animação, pertence à comunidade LGBTQI+, sendo uma mulher lésbica. Os rumores sobre a real orientação sexual de Velma causavam intrigas diante dos fãs, mas Tony deixou claro que a personagem foi criada para ser exatamente como estão descrevendo. “Não há novidades aqui”, frisou na publicação.

O anúncio foi feito há cerca de duas semanas, mas viralizou nesta segunda-feira, 13, após veículos de comunicação e sites na internet divulgarem a notícia. A postagem da afirmação do produtor contou ainda com um recorte de Velma e de Marcie na frente de uma bandeira com as cores do arco-íris e o dizer “Pride”, que significa orgulho em inglês.

No anúncio, Tony deixa claro que não pode representar todas as criações e versões da personagem do desenho que estreou em 13 de setembro de 1969, mas que ele é um dos principais criadores que dão vida à atual representação de Velma. “Deixamos nossas intenções tão claro quanto podíamos fazer há dez anos”, pontua na publicação.

Ao longo do desenvolvimento da atual série, os fãs chegaram a presenciar um eventual romance entre Velma e o personagem Salsicha, amigo da investigadora e também membro da equipe que desvenda mistérios na cidade fictícia de Baía Cristal. A justificativa dado pelo produtor para a relação, assim como para seu fim, foi a de que Velma estava confusa e tentando entender suas emoções.

Tony destacou ainda que o desenho buscou expressar Velma descobrindo e lidando aos poucos com sua sexulidade. O produtor reforçou que na atual versão do seriado, Velma sempre foi idealizada como uma mulher lésbica, havendo inclusive alguns indícios disso ao longo da série. “A maioria dos nossos fãs entendeu. Para aqueles que não conseguiram, sugiro que você olhe mais de perto”, destaca na publicação em que encerra os rumores sobre o assunto.

Ainda diante dos questionamentos dos fãs, ao retratar Velma ao lado de Marcie, uma outra personagem da trama, o produtor comprovou ainda a teoria de muitos fãs, que durante o arco em que a nova personagem é inserida, houve um envolvimento romântico entre as duas. Com a sequência de acontecimentos e reviravoltas do arco, Tony explicou que Velma e Marcie não tiveram tempo suficiente para vivenciar seus reais sentimentos, mas que definitivamente. “Elas são um casal”, afirmou ainda nas redes sociais.

A confirmação por parte do produtor não agradou a todos os fãs, alguns inclusive se revoltaram contra a atitude afirmando que iriam deixar de assistir o seriado. “LGBTs estragando nossas infâncias”, afirmaram diversos de fãs nas publicações de repercussão do anúncio de Tony no Twitter. Diante dos ataques, dentro e fora de sua publicação ele desativou os comentários do post e deixou apenas uma explicação resumida, frisando que Velma é lésbica.(O Povo - é parceiro de oxereta.com)