TRABALHO INFANTIL

"Bons tempos", diz Bolsonaro sobre trabalho infantil, durante evento realizado em Brasília

Em tom crítico, o presidente afirmou que menores de idade "podem até fumar um paralelepípedo de crack, menos trabalhar"

Antonio Cruz/ Agência Brasil
Jair Bolsonaro participou de evento da Abrasel, em Brasília

O presidente Jair Bolsonaro voltou a entrar em polêmica com declaração sobre trabalho infantil. Em evento promovido pela Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), ocorrido em Brasília na última terça-feira, 25, ele classificou como "bons tempos" a época em que "menor" podia trabalhar. Em tom crítico, Bolsonaro ainda afirmou que menores de idade “podem até fumar um paralelepípedo de crack, menos trabalhar”. As informações são do portal de notícias O Globo.

Segundo a reportagem, o presidente foi convidado para a abertura do congresso nacional da Abrasel, em um hotel de Brasília. Enquanto falava sobre o impacto da pandemia do novo coronavírus sobre o setor, revelou que teve o primeiro emprego aos dez anos de idade, sem carteira assinada, em um bar. "E bons tempos, né? onde menor podia trabalhar. Hoje, ele pode fazer tudo, menos trabalhar, inclusive cheirar um paralelepípedo de crack, sem problema nenhum", disse Bolsonaro em seguida.

Sancionado em 1990, o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) proíbe "qualquer trabalho a menores de 14 anos de idade, salvo na condição de aprendiz". Bolsonaro, entretanto, já demonstrou ser crítico da legislação. Durante a campanha eleitoral de 2018, chegou a afirmar que o ECA "tem que ser rasgado e jogado na latrina" por ser "um estímulo à vagabundagem e à malandragem infantil".(O Povo - é parceiro de oxereta.com)