WESLEY SAFADÃO

Em processo jurídico, Wesley Safadão pode ter de pagar R$ 40 milhões para o próprio tio

O processo é referente a acordo que teria sido estabelecido no ano de 2003, à época da banda Garota Safada

Reprodução/Instagram
Safadão

O cantor Wesley Safadão pode ter de pagar R$ 40 milhões para o próprio tio. O valor é referente a um processo que corre desde 2011, quando Emanuel Hélio Eduardo de Oliveira alegou que a mãe de Safadão, Maria Valmira Silva De Oliveira, chamada por internautas de Dona Bill, não cumpriu acordo estabelecido em 2003.

O tio de Safadão afirmaria que acordo firmado entre as partes lhe daria direito a lucros de shows da banda Garota Safada, da qual Safadão era vocalista. O acordo seria pelo fato dele ter cedido um ônibus de R$ 22 mil para viagem durante as turnês do grupo.

Em uma das provas anexas ao processo está a participação de Safadão no Domingão do Faustão, em que ele se referia ao tio como sócio da banda. Na ocasião, Safadão afirmou: “Quando eu vim no seu programa, você me anunciou em 2010 como Banda Garota Safada. Então era isso, né? Então as pessoas perguntam… ah, mas você, todo artista faz isso, né? Depois faz carreira solo e abandona os primeiros sócios e tal. Minha mãe, meu tio… a banda é uma banda de família, então, assim, continua os mesmos sócios, a gente só inverteu o nome…”.

Procurada por Leo Dias, a assessoria de Safadão afirmou que não iria falar sobre o caso. (O Povo - é parceiro de oxereta.com)