ENCERRA HOJE, 13

Inscrições para editais da Lei Aldir Blanc em Fortaleza terminam nesta terça-feira, 13

Com investimentos de mais de R$ 17 milhões, os editais são voltados à viabilização de ações emergenciais ao setor cultural afetado pela pandemia de Covid-19

Divulgação
A lei de auxílio à Cultura leva ganhou o nome do compositor Aldir Blanc, falecido em maio deste ano.

As chamadas para os cadastros em editais de Fortaleza de solicitação de benefícios previstos na Lei Aldir Blanc aos trabalhadores da Cultura vão até esta terça-feira, 13. As inscrições poderão ser realizadas somente por meio da plataforma Mapa Cultural de Fortaleza. Ao todo, são três chamamentos públicos que somam investimentos de mais de R$ 17 milhões.

Este é o prazo estendido para a efetivação das inscrições, anteriormente previstas para ocorrerem até o último dia 7 de outubro. Os editais, que representam a viabilização de ações emergenciais ao setor cultural afetado pelos efeitos da pandemia da Covid-19, têm como público-alvo artistas, grupos, coletivos, agentes culturais, espaços artísticos, microempresas e pequenas empresas culturais, cooperativas, instituições e organizações comunitárias e profissionais da cadeia produtiva.

No edital relativo à concessão de subsídio a espaços que tiveram atividades interrompidas devido ao isolamento social como medida de prevenção ao novo coronavírus, serão contemplados 800 espaços culturais, com investimento de R$ 10,5 milhões. São considerados espaços culturais teatros independentes, escolas de música, circos, cineclubes, centros culturais, livrarias, sebos, entre outros.

Quanto aos dois editais de fomento, direcionados a agentes culturais, profissionais da cadeia produtiva da cultura, artistas e a grupos ou coletivos culturais, será permitida somente uma inscrição de um mesmo proponente para os dois editais. Serão contemplados 600 projetos com um valor de R$ 7,32 milhões, em que cada projeto receberá o incentivo de R$ 12,2 mil.

Os projetos escolhidos deverão ser executados em ambiente virtual, por meio das plataformas e mídias digitais, em até 20 dias corridos a partir do recebimento dos recursos. Além disso, devem se enquadrar nas categorias “Apresentação e Performance Artística”, “Curso, Oficina, Workshop e Podcast”, “Produções Audiovisuais e Mídias Digitais”, “Livro, Jornal, Fanzine e Revista Digital” ou “Exposição, Intervenção e Galeria de Arte Virtual”. (O Povo - é parceiro de oxereta.com)