DESGASTE DO ELENCO

Após empate contra Coritiba, Ceni destaca desgaste e elenco curto

Treinador afirmou que "não podia cobrar" do elenco, após ficar "uma quinta-feira inteira dentro de um avião, depois de um jogo 10 contra 1"

Fabio Lima / O POVO
Rogério Ceni em coletiva após Coritiba 0 x 0 Fortaleza pela 15ª rodada da Série A

O técnico Rogério Ceni destacou o desgaste do Fortaleza e o elenco curto após o empate em 0 a 0 contra contra o Coritiba, neste sábado, 10. Em entrevista coletiva, ele afirmou que o time foi "competitivo" contra o Coxa, criou "chances de claras", mas "não podia cobrar dos caras" pela sequência de jogos em curto espaço de tempo. "Ficamos uma quinta-feira inteira dentro de um avião, depois de um jogo 10 contra 11. Chegamos 1 da manhã em casa para acordar 9h30 da manhã para treinar. Os caras também cansam, não são máquinas", afirmou o treinador.

Ceni disse que o Fortaleza ficou contra o Coritiba com trocas mais escassas, "já que não tem tantos jogadores de frente" e atletas como Felipe e David não estavam à disposição. "Tentamos através da força, dobrando os laterais, colocar Fragapone, mas não posso cobrar dos caras", disse. Ele também afirmou que o Fortaleza não tem tantos jogadores de força e velocidade, como David, conforme citou. "Então, estamos tentando nos virar, estamos usando o que a gente tem no elenco para competir com os adversários, independente de ser o Atlético-MG, o Coritiba, quem quer que seja. Estamos usando o limite do limite de cada atleta", disse.

"Fomos competitivos, fizemos um bom primeiro tempo, conseguimos criar situações reais de gols, no mínimo, três situações bem claras de gol. Não conseguimos converter, gol que poderia ajudar bastante a gente para criar mais espaço no segundo tempo". Ceni ainda afirmou que o primeiro tempo do jogo contra o Coritiba foi bom, mas o time não criou tantas oportunidades de gol no segundo tempo, apesar do "controle até os 20, 25 minutos". (O Povo - é parceiro de oxereta.com)