SAÚDE

Marília Mendonça fala sobre jejum intermitente; entenda a prática

Com horas de abstinência de alimentos, o jejum precisa ser aliado a uma alimentação balanceada

Instagram mariliamendoncacantora
A cantora contou ter a ajuda de uma equipe de nutricionistas no processo de emagrecimento

A cantora e compositora sertaneja Marília Mendonça postou nas redes sociais, nesta quarta-feira, 18, que pratica jejum intermitente. Ela falou sobre os benefícios do método e motivou os fãs.

Na postagem, Marília escreveu: “Tem que ser curioso, tem que procurar saber, tem que entender se é compulsão ou fome”. Compartilho preciosas informações, que me são passadas por eles [nutricionistas e médicos], com vocês, sempre que posso... E continuarei fazendo, pois sei que a grande maioria tem interesse e se sentem inspirados... Nada que eu disser substitui acompanhamento médico”. Muitos internautas se mostraram simpatizantes da prática. "Mais uma adepta", colocou um seguidora.

O jejum intermitente consiste em o paciente ficar 12h-16h seguidas sem se alimentar, ficando com a chamada “janela de alimentação” aberta no tempo restante. A nutricionista Neridiane Gurgel explica que essa prática sempre existiu: “É uma algo que já vem há milênios de anos, seja por questões religiosas ou culturais, ou para a memória, cura e prevenção de doenças (...) é uma estratégia que precisa ser aliado a uma dieta".

Neridiane também alerta que a prática não é recomendada para pessoas com histórico de transtorno alimentar, pessoas com um grau muito grande de magreza ou obesidade grave, diabéticos, gestantes, crianças e adolescentes em fase crescimento, entre outros. “Elas teriam muitos prejuízos, por que um dos efeitos do jejum é a hipoglicemia, ou seja, enjoo, cansaço, insônia e fraqueza. Se uma pessoa tem interesse em seguir esse tipo de protocolo é importante ter o acompanhamento de um nutricionista para evitar complicações decorrentes, que infelizmente são muitas”.  (O Povo - é parceiro de oxereta.com)