COVID-19 NO CEARÁ

Mais de 3 mil pessoas aguardam o resultado de testes da Covid-19 no Ceará

Em nota, a Secretaria Estadual da Saúde informou que a demora na entrega dos resultados é atraso da Fiocruz Ceará; o órgão informou ao O POVO que a responsabilidade é do Ministério da Saúde

Júlio Caesar/ O POVO
De acordo com a Sesa, os exames são fundamentais nas estratégias de diagnóstico e monitoramento da evolução da Covid-19 no Ceará; situação deve ser normalizada a partir da próxima segunda-feira, 2

A Secretaria Estadual da Saúde (Sesa) do Ceará enfrenta dificuldades na divulgação dos resultados de 3.664 testes de Covid-19, doença causada pelo coronavírus. Em nota divulgada na manhã desta quinta-feira, 19, a Sesa informa que as amostras dos exames de biologia molecular (RT-PCR), que identificam a Covid-19, sofreram atraso na divulgação dos resultados por conta de dificuldades da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), órgão vinculado ao Ministério da Saúde (MS).

Ao O POVO, a Fiocruz declarou que “toda informação sobre esse atraso deve ser tratado com o Ministério da Saúde”. A reportagem entrou em contato com a pasta federal e aguarda explicações sobre o atraso dos resultados dos exames do Ceará.

Também na nota, a Sesa explica que a lentidão pode ser explicada pelos ataques de hackers aos servidores do MS registrados no início de novembro. “Esses exames são fundamentais nas estratégias de diagnóstico e monitoramento da evolução da doença no Ceará, servindo como principal subsídio para trabalhos como a testagem em massa, os inquéritos soroepidemiológicos, entre outros.”, informa a Sesa.

Os exames são processados pela Central Analítica da Fiocruz, setor responsável por grande parcela dos exames realizados no Ceará. A Sesa explica que os contratempos são “decorrentes da lentidão do Gerenciador de Ambiente Laboratorial (GAL), equipamento também ligado ao MS”.

Conforme explica a Sesa, foi elaborado, em parceria com a Fiocruz, um plano de contingência onde novas amostras de exames só serão recebidas e analisadas na Central Analítica da instituição a partir da próxima segunda-feira, 23. “Até lá, novas amostras de RT-PCR serão encaminhadas ao Laboratório Central de Saúde Pública do Ceará (Lacen).

O órgão também informou que a Fiocruz se comprometeu em liberar até esta quinta-feira, 19, o resultado de 1.740 exames do Ceará que estão em análise. Os outros 1.924 exames serão liberados até a próximo sábado, 21. “Após esses prazos, a Sesa espera retomar o fluxo anteriormente acordado, de envio dos exames de pacientes para o Lacen e Hemoce e de envio dos exames de testagem em massa para a Fiocruz.”, conclui.(O Povo - é parceiro de oxereta.com)