LUTO NO CINEMA

Ícone do cinema, Sean Connery morre aos 90 anos

Informação foi confirmada pela família, de acordo com a BBC. Nas telas, o ator ficou eternizado por interpretar James Bond, de 007

Arquivo/AFP
Devido à importância no cinema britânico e internacional, a rainha Elizabeth II concedeu ao ator o título de Sir, uma das maiores honrarias do Império Britânico, em 2000

O ator escocês Sean Connery morreu aos 90 anos neste sábado, 31, de acordo com informações divulgadas pela BBC. Confirmação foi dada pela família do ator, afirma site.

Ícone do cinema internacional, Sean Connery estrelou em mais de 94 produções ao longo de 50 anos de carreira. O maior reconhecimento, no entanto, foi pelas interpretações do espião James Bond em diversos filmes da franquia 007, nas décadas de 1960, 1970 e 1980.

Connery nasceu em 25 de agosto de 1930, em Edimburgo, na Escócia. O primeiro papel do ator foi no músical britânico Lilacs in the Spring, de 1955. Sean Connery possui, dentre as principais premiações, um BAFTA de melhor ator em cinema, pelo filme "O Nome da Rosa", de 1986, e um Oscar de melhor ator coadjuvante, por "Os Intocáveis", de 1987.

Devido à importância no cinema britânico e internacional, a rainha Elizabeth II concedeu ao ator o título de Sir, uma das maiores honrarias do Império Britânico, em 2000.(O Povo - é parceiro de oxereta.com)