ECONOMIA

Comércio local tem movimentação moderada neste sábado que seria de Carnaval

Comerciantes do Mercado São Sebastião, Centro de Fortaleza e North Shopping apontam queda no movimento nessa última semana

Bárbara Moira/O POVO
No Centro de Fortaleza, as lojas que se concentram no entorno da Praça do Ferreira seguem abertas

Na manhã deste sábado, 13, o comércio de Fortaleza apresentou movimentação moderada em três polos da cidade: Mercado São Sebastião, Centro de Fortaleza e North Shopping. Em comparação ao ano passado, comerciantes apontam queda no comércio na semana que antecedeu o Carnaval. Neste ano, em virtude da pandemia da Covid-19, o feriado carnavalesco foi suspenso no Estado.

Um dos pontos do comércio local, o Mercado São Sebastião, apresentou movimentação moderada de consumidores na manhã deste sábado. O administrador do Mercado, Marcos Dutra, tem percebido uma queda na movimentação dos consumidores. “Em média, recebemos duas mil a três mil pessoas no final de semana. Já na semana, o público é menor. No Carnaval, o movimento já é mais fraco, mas em virtude do decreto, como as pessoas vão se manter mais em Fortaleza, corre o risco de vir ao Mercado para fazer uma compra diária”, comentou.

Segundo a proprietária de barraca do Mercado, Beatriz Cardoso, de 28 anos, a movimentação depois do último decreto caiu muito. “A carga horária diminuiu, assim como a movimentação e o faturamento. Tivemos que demitir funcionários. Caiu cerca de 60% a 70% a movimentação. Mas, para os próximos dias, o funcionamento vai ocorrer normalmente nos dias que seriam de Carnaval”, disse.

A técnica de enfermagem Jaqueline da Silva Roscoff, 49 anos, comenta a comparação do movimento antes da pandemia e agora. “Hoje tem menos gente aqui no Mercado. Das vezes que eu vinha aqui era um local onde não conseguia nem andar e hoje tá um pouco menor”, descreveu.

No Centro de Fortaleza, as lojas que se concentram no entorno da Praça do Ferreira seguem abertas. Conforme os vendedores, o movimento e as vendas caíram ao longo da última semana. No entanto, apesar do fraco movimento na semana, os comerciantes destacam que as lojas vão abrir normalmente nos próximos dias.

Em comparação ao período de Carnaval do ano passado, neste ano o período não é notado pela falta da decoração temática nas lojas e da ausência das músicas carnavalescas.

Rebeca Morais, proprietária de loja, também destaca a queda na presença de clientes. “Teve uma queda bastante nas vendas especialmente nessa última semana. Geralmente, nesse período é onde a gente mais vende, que é o começo do mês. A movimentação caiu em torno de 60% aqui na loja. Estamos avaliando também se vamos abrir todos os dias nesse período de Carnaval por conta do público também”, informa.

No North Shopping, o movimento era considerado tranquilo na manhã deste sábado, 13. Poucas lojas estão com decoração alusiva ao Carnaval. De acordo com o gerente de loja Jonathan dos Santos, em comparação ao ano passado, a abertura do comércio pretende ser muito boa, pois é uma oportunidade de aquecer a economia do Estado. “Para nós lojistas, isso é muito bom para aproveitar esse momento dos dias que a gente não contava. Estamos procurando abrir nesse período atendendo todo o protocolo de higiene. A nossa expectativa é de crescimento”, pontua. (O Povo - é parceiro de oxereta.com /  com informações da repórter Irna Cavalcante)