TOQUE DE RECOLHER

Ceará sai do lockdown para toque de recolher: veja o que muda

Com o lockdown, as restrições valem o dia inteiro. Com toque de recolher, em horários determinados. A medida de lockdown — chamado de isolamento rígido pelo governo estadual — é um aprofundamento do toque de recolher, que proíbe a circulação de pessoas e de atividades não essenciais em determinado período do dia

Fabio Lima - O Povo
Avenidas vazias durante toque de recolher em Fortaleza, em 20 de fevereiro. Av. Washington Soares

A partir de segunda-feira, 12, o Ceará sai da situação de lockdown, mas segue em isolamento social e entra no período de toque de recolher durante a semana. A situação já foi adotada no Estado na segunda quinzena de fevereiro até o começo de março, antes de todo o território cearense entrar em lockdown. Nos fins de semana, o lockdown continua.

As duas medidas são estratégias de tentar controlar aglomerações para conter o Sars-Cov-2, o novo coronavírus. Elas se diferenciam pela intensidade e pelos diferentes impactos tanto para o momento epidemiológico quanto para o socioeconômico.


VEJA AS MEDIDAS ANUNCIADAS POR CAMILO

O governador Camilo Santana (PT) e o secretário da Saúde, Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho, o Dr. Cabeto, anunciaram o início da reabertura, com o fim do lockdown no Ceará a partir de segunda-feira, 12 de abril (12/04). O anúncio foi feito na manhã deste sábado, 10 de abril (10/04), em transmissão ao vivo nas redes sociais. Ao lado dele estava o secretário da Saúde do Ceará, Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho, o Dr. Cabeto.

Veja como funcionará a reabertura:

- De segunda-feira a sexta-feira, toque de recolher das 20h às 5h;

- Sábado e domingo, esquema de lockdown, apenas atividades essenciais;

- Reabertura do comércio com 25% da capacidade, em horários diferenciados;

- Reabertura de restaurantes, do meio-dia até 18h, com 25% da capacidade;

- Reabertura das igrejas, com 10% da capacidade;

- Expansão das aulas presenciais para o ensino infantil e reabertura dos 1º e 2º anos do fundamental



Entenda as diferenças de um modelo para outro


No lockdown, a proibição da circulação de pessoas e o funcionamento de atividades não essenciais acontece durante o dia todo. No toque de recolher, a restrição se dá em horários específicos. A partir de 12 de abril, o Ceará terá toque de recolher de 20 horas até 5 horas do dia seguinte.

Enquanto o lockdown tem efeito maior no controle da pandemia, o toque de recolher tem menor impacto econômico.

Em ambas situações, somente os serviços considerados essenciais podem funcionar sem limitações de horário. Ainda assim, devem seguir normas sanitárias como uso obrigatório de máscaras, número controlado de clientes e medição de temperatura.

O que muda no Ceará

- Haverá toque de recolher de segunda-feira a sexta-feira, 20 horas às 5 horas.

- Sábado e domingo, haverá lockdown, apenas atividades essenciais permitidas.

- Reabertura do comércio com 25% da capacidade, em horários diferenciados.

- Reabertura de restaurantes para atendimento presencial, do meio-dia até 18 horas, com 25% da capacidade.

- Reabertura das igrejas, com 10% da capacidade.

- Expansão das aulas presenciais para o ensino infantil e reabertura dos 1º e 2º anos do fundamental.

- Haverá atividades que continuarão 100% restritas.

Mais detalhes serão divulgados pelo novo decreto estadual até o fim deste sábado, 10. (O Povo - é parceiro de oxereta.com)