CULTOS E MISSAS NA PANDEMIA

STF julga liberação de cultos e missas presenciais durante a pandemia

Além dos ministros, que divergem sobre o tema, sete entidades interessadas no debate falam por 5 minutos cada. Após leitura do relatório, partes no processo fazem a sustentação oral.

FABIO LIMA - O Povo - foto - ilustrativa
Igreja Universal do Reino de Deus em Fortaleza

O Supremo Tribunal Federal julga nesta quarta-feira, 7, se governadores e prefeitos podem proibir que missas e cultos presenciais podem ser realizados durante a pandemia do coronavírus no Brasil. Ministros da Corte divergem sobre o tema. No último sábado, 3, o ministro Nunes Marques determinou proibição no veto às celebrações religiosas. Contudo, em outra ação, Gilmar Mendes decidiu manter a proibição em São Paulo e enviou caso ao plenário.

Além dos ministros, sete entidades interessadas no debate falam por 5 minutos cada. Após leitura do relatório, partes no processo fazem a sustentação oral. (O Povo - é parceiro de oxereta.com)