SÉRIE A

João Ricardo celebra chance como titular do Ceará e destaca peso do duelo contra o Bahia

Escalado por Tiago Nunes diante do Juventude-RS, goleiro diz que disputa por posição com Richard é sadia e mira confronto na Fonte Nova: "A gente está necessitando ganhar"

Felipe Santos - Ascom Ceará
Goleiro João Ricardo com a bola em aquecimento antes do jogo São Paulo x Ceará, no Morumbi, pelo Campeonato Brasileiro Série A

Titular no empate sem gols com o Juventude-RS, no último sábado, 23, o goleiro João Ricardo comemora a nova oportunidade no Ceará, ainda sem saber se terá sequência na disputa por posição com Richard, e alerta para a importância de uma vitória diante do Bahia, na próxima quarta-feira, 27, pela Série A.

Contratado pelo Alvinegro para 2021, o camisa 1 soma apenas oito partidas na temporada. O arqueiro de 33 anos sofreu com lesões no período e também viu Richard se destacar debaixo das traves. Diante do Jaconero, entretanto, foi escolhido pelo técnico Tiago Nunes para atuar e foi responsável por boas defesas para garantir o placar intacto.

"Fico feliz por essa oportunidade, por poder estar representando bem a camisa do Ceará. Acredito que, em alguns momentos, as minhas lesões prejudicaram, sim. Nenhum atleta gosta de machucar, e eu tive duas cirurgias, então acredito que prejudicou um pouco a minha chegada. Mas feliz também pelo momento que o Richard vinha vivendo, ele estava com uma performance muito boa, ajudando muito a equipe. Não sei se agora vou ter sequência ou não, mas fiquei feliz por esse jogo. Tudo isso é fruto do trabalho que vem sendo feito no dia a dia com o nosso preparador de goleiros. Todo o foco, determinação e empenho que eu tive para poder, em jogos importantes, conseguir contribuir ao máximo para que o time não saia derrotado", disse.

Antes do duelo no Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul, João Ricardo também já havia sido titular no Campeonato Brasileiro no 0 a 0 com o Internacional-RS, no início deste mês, quando Richard se recuperava de lesão. Nas duas partidas, o goleiro saiu de campo sem ser vazado e espera manter o retrospecto.

"Para um goleiro, sempre é muito gratificante entrar em uma partida, ajudar a equipe, não tomar gols. Isso é tudo fruto do trabalho, da dedicação, do empenho, da força de vontade no dia a dia. A minha luta com o Richard é sadia, respeito muito ele como pessoa e como atleta. O mais importante nesse momento não é nem quem joga, o importante é o goleiro que estiver jogando conseguir contribuir ao máximo com a equipe dentro de campo, independente de ser eu ou o Richard", ponderou.

Na 14ª posição do Brasileirão, com 32 pontos, o Vovô volta a campo no confronto direto contra o Bahia, na próxima quarta-feira, 27, às 19 horas, na Arena Fonte Nova, em Salvador, em jogo atrasado da 23ª rodada. Com as duas equipes tentando se distanciar do Z-4, João Ricardo reconhece a dificuldade do clássico nordestino, mas destaca a necessidade de vitória.

"É um jogo muito difícil. O Bahia vem em uma sequência muito boa agora, os últimos quatro jogos, com duas vitórias e dois empates. Mas é um jogo divisor de chaves para a gente. A gente está necessitando ganhar, vem empatando e perdendo há muito tempo já, e isso está nos incomodando um pouco. O foco principal é fazer um grande jogo e buscar a vitória, por mais que a gente saiba que jogando na casa do adversário, com público, isso torna o jogo mais difícil. A gente está ciente, preparado para fazer um grande jogo e dar o nosso máximo para sair vitorioso", afirmou o camisa 1. (O Povo - é parceiro de oxereta.com)