ECONOMIA

Ceará mantém recuperação e registra 13,6 mil novos empregos em setembro

Ceará apresenta terceiro melhor resultado do Nordeste, mas registra desaceleração na geração de empregos em setembro de 2021

Aurelio Alves/ O POVO
Ao todo, 13.667 novos empregos formais foram gerados no Ceará durante setembro de 2021, colocando Estado como terceiro que mais emprega no Nordeste durante o mês

Com terceiro melhor saldo do Nordeste, Ceará contratou mais do que demitiu e gerou 13,6 mil novas vagas de emprego no mês de setembro deste ano. Os dados fazem parte do último balanço do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgado na manhã desta terça-feira, 26 de outubro.

A pesquisa refere-se ao cenário do mercado formal de trabalho e expressa a continuidade da recuperação econômica no estado. Os números, porém, revelam uma desaceleração no processo de geração de emprego. Isso porque o saldo do mês de setembro ficou abaixo do mês de agosto, quando Estado computou melhor índice de geração de empregos desde o início da pandemia.

Enquanto em agosto o saldo do Estado ficou em 16,5 mil novas admissões, após registro de 48.232 contratações e 31.725 demissões no mês. O cenário de setembro se manteve positivo, mas em menores proporções com registros de 47.068 contratações e 33.401 desligamentos.

No nono mês do ano, foram criadas 13.667 novas vagas de emprego no Ceará. O Estado vivenciava uma sequência de aceleração na geração de empregos desde o mês de abril deste ano e computava aumento médio de aproximadamente 4 mil novas vagas a cada mês.

Geração de empregos no Nordeste

No cenário regional, o Ceará fica atrás apenas do saldo de Pernambuco que computou 25.732 novas vagas de emprego e de Alagoa que registra 16.885 contratações a mais do que desligamentos no mês de setembro.

O pior cenário entre os nove estado nordestinos ficou com o Piauí, onde houveram 10.109 contratações e 7.271 demissões, resultando no saldo positivo de apenas 2.838 novas vagas de emprego. Com a soma dos resultados dos nove estados, o Nordeste registra 266.323 admissões e 175.645 desligamentos em setembro de 2021.

Dados revelam saldo final de 90.678 novas vagas de emprego geradas no mês na região. No Brasil, foram registrados 313.902 novos postos de trabalho após 1,7 milhão de contratações e 1,4 milhão de desligamentos.

Setores que mais contratam no Ceará

Em setembro de 2021, o segmento de serviços foi o que mais gerou empregos no Ceará. Ao todo foram 5.128 novas vagas, com destaque especial para atividades relacionados a informação, comunicação e atividades financeiras, imobiliárias e administrativas.

Nessa área, o Ceará registrou 2.376 novos empregos em setembro. O saldo também foi puxado pela recuperação de serviços no segmento de alojamento e alimentação que realizou 1.543 novas admissões no período.

A indústria de transformação foi a área que mais empregou no Estado no referido mês, com saldo final de 3,7 mil admissões. Além dela, a área de construção civil computou 1.564 novos empregos, contribuindo para o cenário positivo registrado no Ceará. (O Povo - é parceiro de oxereta.com)