MISTER NORDESTE TRANS

‘Sou a referência que não tive’: cearense celebra título de Mister Nordeste Trans

Dominy Martins retornou a Fortaleza na manhã de sexta-feira, 12, após representar o Ceará na primeira edição do Mister Brasil Trans 2021

Arquivo pessoal
Dominy concorreu com outros 30 participantes no concurso Mister Brasil Trans

O cearense Dominy Martins retornou a Fortaleza na manhã de sexta-feira, 12, com mais um título. Após representar o Estado na 1ª edição do concurso Mister Brasil Trans, o Mister Ceará Trans 2021 foi intitulado como o Mister Nordeste Trans 2021 e conquistou a segunda colocação no pódio do concurso nacional. O evento ocorreu na última terça-feira, 9, no Teatro Santo Agostinho, em São Paulo.

“Eu me preparei achando que eu não ia conseguir chegar no top 5. Levei o segundo lugar, sem falar que também ganhei como representante a nível Nordeste. Foi muito gratificante para mim”, comemora Dominy. Ele informa que iniciou a preparação logo após vencer o concurso estadual, realizado neste ano em formato virtual. “Eu tinha uma visão totalmente diferente de concursos. Normalmente é algo competitivo, mas me surpreendi. Foi um ambiente amigável, todo mundo se ajudou e se conectou”, conta.

Dominy, que tem apenas 22 anos, decidiu participar da competição a fim de unir forças para a comunidade LGBTQIA+. "Eu sou um ser altamente político, meu corpo é político. Eu cheguei no Mister Brasil Trans para mostrar que a gente pode conquistar coisas juntos, conseguir políticas públicas para nós", defende. Entre as medidas necessárias, o empreendedor social destaca a manutenção de abrigos e a funcionalidade de ambulatórios específicos para pessoas trans. "No início da minha transição, eu não tive auxílio de ninguém. Hoje, eu posso ser aquilo que não foram para mim, eu sou a referência que eu não tive”.

Após a conquista dos títulos, Dominy recebeu o apoio de amigos, familiares e admiradores. As suas redes sociais, por exemplo, se tornaram um canal para o compartilhamento de informações. Ele pretende, em breve, realizar um mapeamento nas cidades do Nordeste para elaborar propostas de políticas públicas. "A gente só consegue as coisas mostrando que existe", afirma. (O Povo - é parceiro de oxereta.com)