ICÓ (CE)

Ceará terá mais dois parques solares no Icó

Os empreendimentos da Qair Brasil foram aprovados no último leilão de Energia Nova A-5, realizado pela Aneel. Com potência de 96,2 mW, os projetos têm investimentos de R$ 418 milhões

Divulgação
Investimentos em parques de energia solar em 13 cidades do Ceará estão estimados em R$ 8 bilhões e irão impulsionar usinas de hidrogênio verde e leilões de energia

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou a implantação de mais dois projetos de energia solar fotovoltaica no Ceará. Com investimento somado de R$ 418 milhões, os parques Bom Jardim I e III, da Qair Brasil, têm potência de 96,2 mW. A previsão é que as usinas localizadas em Icó entrem em operação até 1º de janeiro de 2026.

Os projetos foram aprovados no Leilão de Energia Nova A-5 de 2021, que teve ainda outros 38 projetos aprovados, acumulando um total de 860,8 mW de potência. No leilão, os projetos previstos no Ceará foram os que que venderam energia no maior valor, com o preço de R$ 168 /mWh.

No entanto, apenas cinco distribuidoras contrataram energia no leilão, que contou com quase 1.700 projetos. A lista conta com Celpa, Cemar, CPFL Jaguari, CPFL Paulista e Light.

A Qair Brasil, subsidiária da empresa francesa Qair Internacional, tem sede em Fortaleza. No mundo, também atua em países como França, Islândia, Itália, Marrocos e Vietnã. (O Povo - é parceiro de oxereta.com)