FOGO NO COCÓ

Pelo menos 20 hectares do Cocó foram afetados pelo incêndio; veja imagens de combate ao fogo

Incêndio já se estende por cerca de 17 horas. Pelo menos 20 hectares da unidade de conservação foram afetados e ainda há focos remanescentes

O combate às chamas no Parque do Cocó deve prosseguir até as 12 horas desta quinta-feira, 18. O incêndio já se estende por cerca de 17 horas. Conforme o Corpo de Bombeiros Militar do Ceará (CBMCE), pelo menos 20 hectares da unidade de conservação foram afetados e ainda há focos remanescentes.

Pelo menos seis equipes do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará (CBMCE) e 18 brigadistas florestais da Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema) combatem o incêndio. A Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) também foi acionada.

"A gente acredita que até meio-dia conseguimos resolver esse problema. Estamos colocando agora guarnições de Bombeiros no interior da mata para combater mais de perto", afirma o tenente coronel Marinho, responsável pela operação no momento. "A dificuldade é o acesso na mata fechada e a grande quantidade de fumaça. Por conta de ser ainda uma mata verde, gera muita fumaça, diferente de um incêndio em locais mais secos", completa o bombeiro.

As chamas tiveram início por volta das 18 horas dessa quarta-feira, 17, e causam destruição à fauna e flora do local. A fumaça gerada pelo incêndio chega a diversos bairros da Capital, trazendo dificuldades especialmente para moradores das regiões entre os bairros Tancredo Neves e Lagamar. O trânsito também foi dificultado pela grande quantidade de fumaça.

De acordo com o titular da Sema, ArturBruno, é o maior incêndio acompanhado por ele desde 2015, quando assumiu a Secretaria. "A luta agora é para debelar as chamas, o que se espera que ocorra até o início da tarde de hoje. Posteriormente, o Corpo de Bombeiros e a SEMA devem realizar perícia no local", afirma. "Não podemos descartar nenhuma hipótese, tais como queimada para limpeza de terreno, uso de fogo por pescadores ou mesmo fogos de artifício. Todas estas práticas são proibidas no interior do Parque." (O Povo - é parceiro de oxereta.com / com informações do repórter Gabriel Borges )