LOCKDOWN NO CEARÁ

Marcos Gadelha nega outro lockdown no Ceará: "Não foi pensado"

O secretário de Saúde do Ceará ressaltou que um lockdown deve ser uma "decisão compartilhada" em torno do Comitê Estadual de Enfretamento à Pandemia do Coronavírus

Fernanda Barros
Secretário de Saúde do Ceará, Marcos Gadelha, durante coletiva na Unidade Sesi da Parangaba

O titular da Secretaria de Saúde do Ceará (Sesa), Marcos Gadelha, afirmou, nesta segunda-feira, 10, que não houve nenhuma discussão em torno da volta de outro lockdown no Ceará diante do aumento de casos da doença. Em entrevista coletiva na Unidade Sesi Parangaba, o secretário disse que tal decisão depende de dados epidemiológicos e de diversas discussões com outros setores, como o da economia.

Marcos elogiou o trabalho do Comitê Estadual de Enfretamento à Pandemia do Coronavírus em torno do incentivo e proposição de medidas que contribuam para o combate à pandemia e ressaltou que um lockdown deve ser uma "decisão compartilhada". "Esse comitê junta todos esses atores exatamente para tomar essa decisão, que é compartilhada, mas de princípio não foi pensado nessa possibilidade do lockdown", disse.

Em 2021, um segundo lockdown instaurou um isolamento rígido em Fortaleza a partir do dia 5 de março. No dia 13 do mesmo mês, um decreto estadual estendeu as medidas para todo o Estado. A flexibilização só foi anunciada em 4 de abril último, após anúncio do governador Camilo Santana.  (O Povo - é parceiro de oxereta.com)