SÃO GONÇALO DO AMARANTE - PECÉM

Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP) recircula 98% de água na produção de placas de aço

O uso eficaz da água é uma prioridade na CSP, que implanta aprimoramentos frequentemente e já conquistou certificações que reconhecem a sustentabilidade do seu processo produtivo

Assessoria de imprensa - CSP
Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP) recircula 98% de água na produção de placas de aço

A produção de aço na Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP) demanda o funcionamento de uma extensa área interna que trabalha focada, exclusivamente, em um recurso essencial: a água. A ampla estrutura instalada garante um desempenho reconhecido internacionalmente: 98% da água que entra na empresa é recirculada. O resultado da siderúrgica cearense é superior aos valores de referência das outras siderúrgicas nacionais, que é de 97%. A redução no consumo é um dos resultados da eficiência do uso da água. A CSP capta apenas 30% do volume de água disponibilizado para o funcionamento da usina.

Coleta da chuva e impermeabilização do solo

Em meses de chuvas no Ceará, o sistema de canaletas e galerias da CSP também coleta as precipitações de água. São 45 km lineares de galerias construídas no entorno da usina, com capacidade estimada de acumular até 60.000 m³ de água. Nas áreas do Pátio de Matérias-Primas e Sinterização, as canaletas recebem as chuvas, direcionam a água coletada para a planta de tratamento e o efluente pode ser aproveitado em outras atividades, como a irrigação e aspersão das pilhas de matérias-primas. A impermeabilização do solo também contribui com esse resultado. A bacia de drenagem recebe a água, que caminha por um circuito fechado de captação, tratamento e reutilização.

O analista de Meio Ambiente da CSP, Ramyro Batista, destaca que há uma busca contínua da CSP em melhorar seus indicadores de consumo de água. “A estrutura instalada pela CSP viabiliza o reúso da água em várias etapas da produção de aço e para o controle ambiental. Para muitas atividades, não há necessidade de água potável, que tem maior valor agregado. Por isso, a gente trabalha para que o efluente tratado seja aproveitado nesses processos também”, detalha.

Após recircular suficientemente, uma parte da água naturalmente evapora e o que sobra é tratado e descartado de forma ambientalmente correta. Para isso, foi necessária a construção, dentro da usina, de cinco modernas Estações de Tratamento de Efluentes (ETEs) industriais e de uma Estação de Tratamento de Efluentes Sanitários.

Do Ceará para o mundo

A CSP conquistou certificações que reconhecem a sustentabilidade em todo o seu processo de produção de aço. A comprovação qualifica a empresa cearense a fornecer placas da CSP para todo o mundo, atendendo a indústria naval, de óleo & gás, automotiva e construção civil.

O produto CSP conta com as certificações de Qualidade (ISO 9001), Meio Ambiente (ISO 14001) e de Alta Tecnologia (International Automotive Task - IATF, Maxion Wheels, Siemens Gamesa, Caterpillar e Scania), dentre outras.

Dia Mundial da Água

O dia 22 de março celebra a importância desse recurso natural. A conscientização sobre o bom uso da água é fundamental para que mais pessoas pratiquem os cuidados cotidianos de reutilização, redução do consumo e conservação dos ambientes aquáticos.

Algumas práticas utilizadas pela CSP são adaptadas e aplicadas pelos empregados da usina, no cotidiano, em casa. E também podem ser utilizadas por toda a sociedade. “O aproveitamento de água das chuvas em casa; o reúso da água da máquina de lavar em pisos e outros espaços, além do devido controle de uso da torneira, com o mecanismo que corta a vazão após determinado tempo, são algumas soluções que utilizo”, compartilhou Ramyro Batista. (Assessoria de imprensa)

Outras dicas são:

1 - Observar as instalações para identificar possíveis vazamentos;
2 - Dar preferência a modelos mais eficientes de torneiras e descargas sanitárias;
3 - Reduzir o tempo de consumo no uso de chuveiros e torneiras.