CONCESSÃO DA ENEL NO CEARÁ

Assembleia define deputados que vão analisar concessão da Enel no Ceará, veja lista

Prazo dos trabalhos será de até 60 dias. Parlamentares vão se reunir para definir quais deles ficarão com a presidência, a vice-presidência e a relatoria da comissão

A Assembleia Legislativa do Ceará (AL-CE) anunciou nesta quarta-feira, 11, os nomes que vão compor uma comissão especial formada para acompanhar pautas relacionadas ao reajuste da tarifa de energia elétrica no Ceará. O reajuste anunciado pela distribuidora Enel, de quase 25%, foi o maior do Brasil e teve o aval da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

O presidente da AL-CE, deputado Evandro Leitão (PDT), anunciou os nomes dos deputados titulares, respeitando as devidas regras de proporcionalidade.
Serão eles:


- Guilherme Landim (PDT)
- Jeová Mota (PDT)
- Fernando Santana (PT)
- Leonardo Araújo (MDB)
- Fernanda Pessoa (União Brasil)
- Érika Amorim (PSD)
- Delegado Cavalcante (PL)
- Leonardo Pinheiro (PP)
- Apóstolo Luiz Henrique (Republicanos).

Leitão informou ainda que nesta quinta-feira, 12, os parlamentares vão se reunir para definir, em votação secreta, as funções internas dos membros e quais deles ocuparão respectivamente presidência, vice-presidência e relatoria do colegiado. A comissão terá um prazo de até 60 dias para apresentar relatório sobre o caso.
A AL-CE e Ministério Público também atuam na Justiça na tentativa de rever o reajuste. O Legislativo debate, inclusive, a revisão da concessão da Enel no Ceará.
Uma proposta que tramita na Casa, de autoria do deputado estadual Renato Roseno (Psol), prevê a convocação da população para um plebiscito no qual o cidadão responderia se é favorável ou contrário a uma reestatização da companhia energética do Estado.

No texto, Roseno justificou que o reajuste causava espanto quando se coloca em perspectiva que “a inflação acumulada de 2021 foi de 17,78%, segundo cálculo da Fundação Getúlio Vargas e que o lucro líquido da Enel, no ano passado, ultrapassou os R$ 488 milhões”, incremento que, segundo o parlamentar, "demonstra a saúde financeira e a rentabilidade da companhia.

Dentre os suplentes da comissão recém-instalada estarão os deputados Marcos Sobreira e Oriel Nunes Filho, ambos do PDT, Acrísio Sena (PT), Davi de Raimundão (MDB), Soldado Noelio (União Brasil), Lucílvio Girão (PSD), Dra. Silvana (PL), Zezinho Albuquerque (PP) e Manoel Duca (Republicanos).

A sessão legislativa foi levantada após o anúncio devido a um requerimento do deputado Audic Mota (MDB) que pediu a suspensão dos trabalhos em decorrência do falecimento do ex-deputado e ex-presidente da Assembleia Júlio Rêgo, que morreu no último dia 5 de maio, aos 89 anos de idade.(O Povo - é parceiro de oxereta.com)