PAGAMENTO DE SHOW

Ministério Público do Rio Grande do Sul vai investigar show de Simone e Simaria em Bom Jesus

Prefeitura disse em nota que o pagamento dos shows não será retirado do orçamento municipal

REPRODUÇÃO
Simone e Simaria entraram na mira do Ministério Público

O Ministério Público do Rio Grande do Sul (MP-RS) anunciou que investigará a contratação de um show da dupla Simone e Simaria, previsto para ocorrer em julho deste ano, na cidade de Bom Jesus-RS, na Festa da Gila e do Queijo Artesanal Serrano. O cachê a ser pago às cantoras é de cerca de R$ 380 mil. A investigação ficará a cargo do promotor Raynner Sales de Meira. O MP-RS informou ao portal G1 que pretende abrir “procedimento esta semana para apurar se houve irregularidade na contratação" do evento que contará com a cobrança de entradas custando entre R$ 60 e R$ 250.

De acordo com nota publicada pela prefeitura no último dia 2, “o pagamento de tais shows não é retirado do orçamento municipal. No evento de Bom Jesus haverá a cobrança de ingressos e a estimativa da comissão organizadora é de que se obtenha receita suficiente para a cobertura integral dos eventos que promovem a festa”, escreveu a gestão.

O caso ocorre na esteira de discussões sobre a contratação, com altos valores, de artistas sertanejos em cidades interioranas. Na Bahia e em Minas Gerais, shows que teriam o cantor Gusttavo Lima como atração principal foram cancelados nas últimas semanas e outros estão sob investigação do Ministério Público em seis estados brasileiros. (O Povo - é parceiro de oxereta.com)