CADEIRAS QUEBRADAS NO CASTELÃO

Ceará e Fortaleza têm prejuízo de mais de meio milhão com cadeiras quebradas no Castelão

Conforme os dados da Secretaria do Esporte e Juventude (Sejuv), os dois clubes somam prejuízo de R$ 659.098,40 em 2022 por conta do mau uso do equipamento esportivo

Aurélio Alves - O Povo
Castelão tem mais de 1400 cadeiras quebradas em 2022

O Castelão tem 1424 cadeiras danificadas após jogos de Ceará e Fortaleza. Conforme os dados da Secretaria do Esporte e Juventude (Sejuv), os dois clubes somam prejuízo de R$ 659.098,40 em 2022 por conta do mau uso do equipamento esportivo.

Levantamento da pasta aponta que 997 cadeiras foram quebradas por torcedores em partidas do Tricolor no estádio. O prejuízo total para o Leão é de R$ 461.461,45, mas o clube já pagou R$ 4165,65

Já o Ceará precisa pagar por R$ 197.636,95 devido a 427 cadeiras quebradas. O Alvinegro ainda não efetuou nenhum pagamento, segundo a Sejuv.

"A Secretaria do Esporte e Juventude (Sejuv) informa que a Arena Castelão conta com a capacidade máxima de 63.904 lugares e que tem cadeiras reservas para serem instaladas", informou a pasta através de nota.

"A Arena Castelão trabalha com o objetivo de receber bem o torcedor que comparece aos jogos no maior equipamento esportivo do Estado do Ceará e leva-lo a uma grande experiência", completou a Sejuv em comunicado.

O Esportes O POVO procurou o Ceará e Fortaleza para saber a previsão para pagamento do prejuízo relacionado às cadeiras danificadas e aguarda retorno.
Com informações do repórter Brenno Rebouças (O Povo - é parceiro de oxereta.com)