SÉRIE A

Ceará sai na frente, cede empate e fica no 1 a 1 com o Goiás pela Série A

Vovô abriu o placar logo aos oito minutos de jogo, mas acabou sofrendo o empate após Pedro Raul converter penalidade no fim da partida, em lance que resultou na expulsão de Bruno Pacheco

Fausto Filho/Ceará SC
Goiás e Ceará se enfrentaram pelo Brasileirão.

O Ceará ficou no empate em 1 a 1 com o Goiás, na tarde deste domingo, 12, em partida disputada no Serrinha, em Goiânia. Mendoza abriu o placar para o Alvinegro aos oito minutos de jogo e Pedro Raul empatou para o Esmeraldino, aos 39 minutos da segunda etapa. O jogo foi válido pela 11ª rodada da competição.

Com o resultado, o Alvinegro chegou aos 14 pontos conquistados no certame. O Vovô aguarda a finalização da rodada para saber em qual posição vai terminar na tabela. O Ceará volta a campo na próxima quarta-feira, 15, às 19h, quando recebe o Atlético-MG. A partida marcará o reencontro entre time e torcida, após o Vovô ter atuado como visitante nos dois últimos jogos. 

O jogo

Os primeiros cinco minutos de bola rolando foram de pouca efetividade ofensiva. Os dois times se estudavam em campo e pouco criavam.

Entretanto, logo aos oito minutos, o Ceará encontrou o caminho das redes. Pelo alto, Mendoza abriu o placar para o Vovô. Michel Macedo recebeu boa bola de Vina, avançou pela direita e cruzou na cabeça do colombiano, que deslocou o goleiro Tadeu e abriu o marcador na Serrinha.

A equipe da casa tentou reagir logo após o gol alvinegro. Aos 11 minutos, o atacante Pedro Raul invadiu a área, se livrou da marcação de Messias e bateu cruzado, a bola passou perto da trave esquerda de João Ricardo.

Com a vantagem no marcador, o Ceará conseguia manter a posse de bola e tirar o ímpeto esmeraldino em busca do empate. O Vovô apostava em rápidas transições da defesa para o ataque, que eram paradas com faltas pelos goianos. Somente na primeira etapa, três jogadores do Goiás saíram amarelados de campo.

Aos 26 minutos, Vina teve tudo para ampliar a vantagem no placar. O jogador saiu na cara do gol, sem marcação, mas acabou chutando para fora. Já aos 36 minutos, após cobrança de escanteio, Messias quase marcou o segundo do Ceará.

O Goiás só voltou a oferecer perigo aos 43 minutos, Pedro Raul recebeu cruzamento na área e desviou de cabeça. A bola parou nas mãos de João Ricardo.

O início da segunda etapa não trouxe mudanças no cenário do jogo. O Alvinegro de Porangabuçu seguia absoluto e controlava o resultado, sem sustos. Logo aos três minutos, o Ceará teve mais uma boa chance com Mendoza. O atacante recebeu pela esquerda e bateu forte, obrigando o goleiro Tadeu a trabalhar.

A segunda etapa seguia sem grandes emoções até os 26 minutos. João Ricardo tentou sair jogando e quase deu a bola de presente para Pedro Raul, que acabou não conseguindo ganhar a disputa com a zaga alvinegra.

Aos 32 minutos, Vina teve mais uma chance, porém, mais uma vez, não foi feliz no arremate, que ficou nos braços do goleiro esmeraldino. As chances desperdiçadas pelo Vovô acabaram custando caro. Aos 34 minutos, a arbitragem sinalizou pênalti para o Goiás.

Em bola alçada na área, Bruno Pacheco atingiu Maguinho com o braço e acabou sendo expulso no lance. O atacante Pedro Raul não desperdiçou a oportunidade e converteu o pênalti, aos 39 minutos, dando números finais ao jogo. (O Povo - é parceiro de oxereta.com)