PALENTEOLOGIA

Fóssil comercializado ilegalmente é devolvido ao Ceará

FOTO ILUSTRATIVA
Fóssil comercializado ilegalmente é devolvido ao Ceará

Um fóssil brasileiro com mais de 100 milhões de anos será devolvido ao Ceará nesta quarta-feira (11) após ter sido comercializado de forma ilegal em um site de leilões na Itália. A peça será recebida pela Universidade Regional do Cariri (Urca).

A peça pertence a um grupo de formação fóssil em Santana, considerado um dos principais sítios paleontológicos do mundo e aclamado pela maior diversidade de material preservado em excelentes condições.

O Ministério Público Federal (MPF) recuperou o artefato após instaurar um procedimento em Juazeiro do Norte, localizado na região do Cariri, em 2020. Após ser recuperada do leilão clandestino, a peça será cedida aos cuidados do Museu de Fósseis de Santana do Cariri.

O fóssil foi identificado como sendo de um peixe com origem na Chapada do Araripe, no Cariri, e pertencente ao período Cretáceo, que ocorreu entre 135 e 65 milhões de anos atrás. (Fonte: Mar Azul FM)