CENSURA NO ORIENTE MÉDIO

"Lightyear" é banido de países do Oriente Médio por beijo lésbico

"Lightyear", novo filme da Pixar e da Disney, foi banido de vários países no Oriente Médio por exibir beijo lésbico entre duas personagens da história

Pixar - divulgação
'Lightyear' foi proibido em alguns países do Oriente Médio por exibir beijo lésbico, de acordo com o The Holywood Reporter

Além de contar a história do popular astronauta de “Toy Story”, “Lightyear” é um marco na história da Pixar: será o primeiro filme do estúdio a exibir um beijo entre um casal homossexual.

Por causa disso, o longa-metragem foi proibido em vários países do Oriente Médio. De acordo com o portal estadunidense The Hollywood Reporter, os Emirados Árabes e a Arábia Saudita foram algumas das regiões que impediram a exibição da animação.

O jornal internacional apurou com fontes que confirmaram que o beijo entre duas mulheres teria sido o motivo da proibição. O órgão regulador de mídia nos Emirados Árabes afirmou que a decisão foi tomada porque o filme “viola os padrões de conteúdos do país”.

“Lightyear”, uma das produções mais recentes da Pixar e da Disney, estreia nesta quinta-feira, 16, nos cinemas brasileiros. Enredo foca na trajetória de Buzz Lightyear antes de ele se tornar o boneco de Andy em “Toy Story”. (O Povo - é parceirto de oxereta.com)