PECÉM (SGA)

Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP) recebe comenda Amigos do Parque Botânico

A empresa foi homenageada pela construção do Banco de Germoplasma do Parque Estadual Botânico do Ceará, em Caucaia

ASSESSORIA DE IMPRENSA DA CSP
Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP) recebe comenda Amigos do Parque Botânico

Você já visitou o Parque Estadual Botânico, em Caucaia? A Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP) fez parte da história dessa unidade de conservação, que completou 25 anos. A empresa foi homenageada pela Secretaria Estadual do Meio Ambiente (SEMA), neste mês de julho, com a comenda "Amigos do Parque Botânico", como reconhecimento ao apoio da CSP na construção do Banco de Germoplasma (laboratório de sementes) na unidade de conservação em 2013. Hoje, o Parque também dispõe de brinquedos, trilhas ecológicas, biblioteca, academia ao ar livre, orquidário e meliponário (coleção de colmeias de abelhas sem ferrão).

O Leonardo Veloso, coordenador de Meio Ambiente da CSP, representou a siderúrgica ao receber o troféu "Amigos do Parque Botânico" e celebrou os esforços de todos pela preservação ambiental da região. "Isso está no DNA da CSP. Desde a sua fundação, a CSP sempre buscou parcerias com o poder público para que essas ações dessem frutos e tivessem capacidade de multiplicação. E esse foi um ótimo exemplo, de como é possível ajudar efetivamente o meio ambiente. O banco de germoplasma foi doado pela CSP e é um equipamento complexo. Ele pode servir para pesquisas, recuperação de áreas degradadas e rápida produção de mudas. Isso é muito gratificante e motivo de orgulho para toda a CSP", destacou o gestor.

O germoplasma é um laboratório especializado em armazenagem de sementes para fins de pesquisa de melhorias. O equipamento foi criado após a implementação do Programa de Reflorestamento da CSP, que entregou 412 hectares (ha) de área reflorestada e 320 mil mudas de 90 espécies nativas plantadas, incluindo a planta Gonçalo-alves, ameaçada de extinção. "Todas elas foram catalogadas. Identificamos as espécies porta-matrizes, que foram originárias do nosso banco de sementes para a produção das mudas. A partir dessas mudas, nós garantimos a manutenção da mesma genética de preservação da biodiversidade local. A partir desse trabalho, a siderúrgica financiou o 1º Banco de Sementes de Espécies Nativas do Ceará", detalhou Ramyro Batista, analista de Meio Ambiente da CSP.

Compromisso em plantar e cuidar

Neste ano de 2022, a CSP também está celebrando os 10 anos de seu Programa de Reflorestamento. Como resultado desse trabalho, a CSP foi a primeira empresa no Ceará a receber a certificação de reposição florestal da SEMACE (Superintendência Estadual do Meio Ambiente).

A empresa também segue avançando na ampliação da Barreira Verde que “abraça” a usina. A ação foi projetada como um equipamento de proteção ambiental em 2012 e, desde então, vem somando vários benefícios para quem trabalha na CSP e mora nas proximidades. A expansão das barreiras verdes da CSP recebeu 1.308 novas mudas em 2021. Ao longo de 2022, deverão ser plantadas mais de 8 mil mudas. O cinturão atua como uma barreira, reduzindo a velocidade do vento e absorvendo poluentes do ar.   (Assessoria de imprensa da CSP)