COMEÇA ESTA SEMANA

Mostra Virtual ATG Olinda

Divulgação
Frevo e outras manifestações artísticas fazem parte da produção cultural de Olinda, retratadas em vídeo na Mostra ATG

Mostra Virtual Bossa Criativa Arte de Toda Gente Olinda começa 2/12, às 18h com a estreia do documentário “História e Patrimônio”. Vídeos sobre história, música, dança, cultura, gastronomia e artesanato locais serão lançados às sextas e quartas-feiras, permanecendo disponíveis no site www.bossacriativa.art.br e no canal Arte de Toda Gente, no Youtube. Iniciativa é parte do programa Arte de Toda Gente, parceria da Funarte com a UFRJ.

Com estreia em 2 de dezembro, a Mostra Virtual Bossa Criativa Arte de Toda Gente Olinda apresentará todas as semanas dois novos videodocumentários tratando da história, música, dança, cultura, gastronomia e artesanato da cidade histórica de Pernambuco, sempre na voz de gente que vive e trabalha na região, com relatos de suas artes e trajetórias. Os vídeos ficarão disponíveis no canal Arte de Toda Gente https://www.youtube.com/artedetodagente e no site www.bossacriativa.art.br e o primeiro deles é “História e Patrimônio” (no ar na sexta-feira, 02/12), seguido por “Frevo Agremiações” (07/12). A mostra faz parte do Programa Arte de Toda Gente (ATG), uma parceria entre a Fundação Nacional de Artes – Funarte e a Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ, com curadoria de sua Escola de Música.

A Mostra Bossa Criativa ATG Olinda busca apresentar a cidade a partir de seu patrimônio cultural – reconhecido mundialmente pela Unesco –, retratando seu cotidiano de trabalho, criação e festas. Nos vídeos, somos guiados por personagens locais, como agentes públicos, intelectuais, artistas e agitadores culturais; mestras, mestres e aprendizes de suas tradições e ofícios. São eles que nos levam através das paisagens natural, arquitetônica e humana, com apresentações artísticas, oficinas e depoimentos, distribuídos ao longo de 12 episódios.

A série de vídeos:

A mostra contará com duas postagens semanais – sempre às quartas e sextas-feiras –, apresentando temas que vão desde a tradicional tapioca ao famoso Axé de Fala, passando pelas artes plásticas e visuais, movimentos musicais contemporâneos e chegando aos tradicionais grupos e troças – como o Grêmio Musical Henrique Dias, o Clube Vassourinhas de Olinda, a Troça Carnavalesca Mista Cariri Olindense e o Afoxé Alafin Oyó. Confira a seguir a programação.

Os vídeos

02/12 - História e Patrimônio

07/12 - Frevo e Agremiações

09/12 - Frevo Bloco e Passo

14/12 - Frevo Música e Orquestra

16/12 - Artesanato em Olinda

21/12 - V Viva e Centro Cultural Luis Freire

23/12 - Música em Olinda

28/12 - O Coco de Roda

30/12 - Artistas Estrangeiros em Olinda

04/01 - Gastronomia: sabores de Olinda

06/01 - Afoxé Alafinoyó

11/01 - Artes Visuais na Olinda Contemporânea


Os dois primeiros vídeos:

02/12 (sexta-feira) – 18h


Olinda: História e Patrimônio: Arquivo Público Municipal de Olinda Antonino Guimarães

A cidade de Olinda é um dos primeiros centros da ocupação portuguesa no território do atual Brasil. Em suas ruas, o casario de épocas diversas divide espaço com igrejas coloniais. Arte barroca e cultura popular, de matrizes europeias e afro-indígenas. Patrimônios culturais materiais, e imateriais. Construções e pessoas que guardam tradições e memórias ancestrais. Em 1968, a antiga vila duartina tornou-se patrimônio nacional tombado pelo Iphan, por seu conjunto arquitetônico, urbanístico e paisagístico. Em 1982, ganha o título de Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade pela Unesco.

Neste primeiro episódio da Mostra ATG Olinda, passeamos pelas ruas e conversamos com alguns dos envolvidos na preservação da memória e história da cidade. No Arquivo Público Municipal, um dos poucos do gênero, vamos ouvir os depoimentos de alguns de seus guardiões. O Arquivo Público Municipal de Olinda Antonino Guimarães guarda documentação do século XVI ao XX, servindo tanto à guarda da memória do poder público, quanto de documentos de interesse para a humanidade: mapas, documentos escritos e iconográficos.

Participantes do vídeo:

Aneide Santana é historiadora e arquivista. Servidora pública da Prefeitura de Olinda, foi responsável pela implantação do Arquivo. Representou Olinda na comissão do prêmio Rodrigo de Melo Franco de Andrade, do Iphan, em 2017. Foi consultora para o projeto de reconstrução da Vila dos Palmares, na Serra da Barriga (AL), e está sempre envolvida em outras iniciativas de salvaguarda e divulgação da história e patrimônio locais.

Alexandre Alves Dias é historiador, com graduação e mestrado em História pela UFPE, arquivista e servidor público da Prefeitura de Olinda, ocupando o cargo de técnico do Arquivo Público desde 1987. Atuou no Projeto Resgate Barão de Rio Branco (MinC), e como consultor na organização do acervo documental de várias instituições.

Plínio Victor é historiador, com graduação e mestrado em História pela UFPE, especializando-se na arqueologia do sertão nordestino pré-colonial. Servidor público da Prefeitura de Olinda, atua na Secretaria de Cultura na área de preservação e patrimônio. Autor de livros sobre patrimônio e educação patrimonial.

07/12 (quarta-feira) – 18h

Frevo Agremiações - Hilton Santana e a Troça Cariri Olindense

Se tem algo que remete imediatamente a Olinda, é o frevo. O carnaval olindense divide com Recife, Rio de Janeiro e Salvador o lugar emblemático de tradições singulares dessa festa brasileira. Nas ruas - ladeiras, praças e passagens - a folia é democrática para quem quer se misturar à multidão e seguir orquestras, alas de passo e alegoria, e bonecos gigantes.

Dentre as categorias de agremiações com cortejos, no carnaval pernambucano, as Troças se caracterizam por ter um teor de irreverência, ou crítica social e política, desfilando em geral durante o dia.

A partir do depoimento de Hilton Santana, neto de um dos fundadores da Troça Carnavalesca Mista Cariri Olindense, e um dos atuais diretores da troça. Vamos conhecer a história dessa agremiação centenária, que abre o carnaval da cidade desfilando sempre às 4h da madrugada do domingo de Carnaval. Segue em plena atividade e renovação dentro do agitado calendário das agremiações, nos poucos dias do carnaval.

Participantes do Vídeo:

A Troça Carnavalesca Mista Cariri Olindense @caririolindense é a mais antiga troça e bloco carnavalesco em atividade, em Olinda. Foi às ruas em 1921, no bairro do Guadalupe, com alegorias, música e dança, e é Patrimônio Vivo do Estado de Pernambuco desde 2016. Possui sede própria, na Praça Conselheiro Miguel Canuto, funcionando também como clube de apresentações de frevo - música e passo - e atividades educativas.

Hilton Santana é o atual Diretor de Comunicação do TCM Cariri Olindense, fazendo parte de uma diretoria que une três gerações de brincantes da Troça.

A Mostra Bossa Criativa Arte de Toda Gente

A Mostra Bossa criativa Arte de Toda Gente realiza edições presenciais e online – estas, com vídeos que podem ser acessados no site do projeto Bossa Criativa https://www.bossacriativa.art.br/ e no canal Arte de Toda Gente no Youtube https://www.youtube.com/c/ArteDeTodaGente. A iniciativa é voltada para a divulgação da produção cultural de cidades onde estão localizados pontos do patrimônio mundial, histórico, cultural e natural do Brasil.

Arte de Toda Gente, os projetos da parceria Funarte-UFRJ

O programa Arte de Toda Gente compreende três diferentes iniciativas, desenvolvidas em parceria pela Fundação Nacional de Artes – Funarte com a Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ, com curadoria da Escola de Música da universidade e lançadas a partir de 2020. São elas os projetos Bossa Criativa – Arte de Toda Gente (www.bossacriativa.art.br), Sistema Nacional de Orquestras Sociais – Sinos (www.sinos.art.br) e Um Novo Olhar (https://umnovoolhar.art.br/). (Assesssoria de imprensa)


Serviço:

Mostra Virtual Bossa Criativa Arte de Toda Gente Olinda

Onde: site bossacriativa.art.br e canal Arte de Toda Gente, no Youtube https://www.youtube.com/artedetodagente

Quando: Novos vídeos às quartas e sextas-feiras, com postagens às 18h (vídeos anteriores permanecem disponíveis)



Realização

Fundação Nacional de Artes – Funarte | Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

Curadoria: Escola de Música da UFRJ

Informações sobre esse e outros programas da Funarte www.funarte.gov.br